Sobre a Revista

FOCO  E ESCOPO

De acordo com a política editorial adotada pela Revista, somente serão analisados, para eventual publicação, artigos, resenhas, críticas de arte e ensaios de conteúdo inédito, tanto no país quanto no exterior. Esses textos são aqui genericamente designados como “manuscritos” ou “manuscrito”.
A revista se propõe a apresentar manuscritos de autores interessados em dialogar com todos os campos das humanidades e ciências sociais e tem como conceito organizador abranger temáticas de impacto regional para a América Latina ou trabalhos comparativos sobre dois países ou mais deste continente. Espera-se que os manuscritos contribuam de modo significativo ao avanço do conhecimento científico em temáticas com foco na América Latina. As análises devem preferir perspectivas interdisciplinares e sobre tópicos transversais que abranjam questões sociais, políticas, econômicas, jurídicas, históricas, culturais, artísticas, de comunicação social e, por este motivo, os manuscritos apresentados deverão ser elaborados por pesquisadores com nível de pós-graduação. Exceções serão analisadas pela Comitê Editorial.

Resenhas de livros recentemente publicados ou de obras de grande relevância para a região, como clássicos do pensamento latino-americano, serão publicadas, evitando propostas essencialmente descritivas.

Os autores dos artigos aprovados não serão remunerados a qualquer título. 

O manuscrito aprovado integrará a Revista Brazilian Journal of Latin American Studies (Cadernos PROLAM) que será publicada em formato digital (ISSN 1676-6288) no seguinte endereço eletrônico: http://www.revistas.usp.br/prolam/ e identificados pelo seu respectivo Digital Object Identifier  (DOI). Outrossim,  a revista será publicada nos sistemas de bibliotecas da USP e em bases de indexação nas quais a revista estiver integrada no período da publicação. 

Os Editores da Revista  Brazilian Journal of Latin American Studies (Cadernos PROLAM/USP) não cobram de seus colaboradores nenhuma espécie de taxa de publicação, seja para o caso de artigos, seja para o caso de resenhas ou documentos publicáveis. A política da BJLAS está registrada nos seguintes diretórios de políticas editoriais: Diadorim / Sherpa Romeo / AURA

O  manuscristo submetido à revista para análise deverá ser escrito em português, inglês ou espanhol e, caso seja aprovado, será publicado no idioma em que tiver sido submetido para análise.

LIMITAÇÃO DE RESPONSABILIDADES

O viés interpretativo e das análises, a integridade e tratamento dos dados, bem como o conteúdo dos resultados publicados nos manuscritos pela Revista Brazilian Journal of Latin American Studies são de exclusiva responsabilidade dos seus autores e não representam necessariamente a perspectiva da Revista e suas organizações mantenedoras.

 TERMOS DE USO

BJLAS adota a política de Acesso Livre (Libre Open Access), sob o acordo padrão Creative Commons (CC BY-NC-ND 4.0).  O acordo prevê que:

  • A submissão de texto autoriza sua publicação e implica compromisso de que o mesmo material não esteja sendo submetido a outro periódico. O original é considerado definitivo;
  • Autores mantêm os direitos autorais e concedem à revista o direito de primeira publicação, com o trabalho simultaneamente licenciado sob a Licença Creative Commons Attribution que permite o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria e publicação inicial nesta revista;
  • Autores têm autorização para assumir contratos adicionais separadamente, para distribuição não-exclusiva da versão do trabalho publicada nesta revista (ex.: publicar em repositório institucional ou como capítulo de livro), com necessário reconhecimento de autoria e publicação inicial nesta revista;
  • Autores têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho online (ex.: em repositórios institucionais, repositórios específicos, ou na sua página pessoal) após o processo editorial, já que isso pode gerar alterações produtivas, bem como aumentar o impacto e a citação do trabalho publicado (Veja O Efeito do Acesso Livre). 
  • O detentor dos direitos autorais da revista, exceto os já acordados no acordo de Libre Open Access (CC BY-NC-ND 4.0), é o Programa de Pós-graduação Integração da América Latina.

É permitida a cópia, reprodução e distribuição de textos, imagens, dados e demais arquivos, no todo ou em parte, em qualquer formato ou meio, desde que sejam observadas as regras da licença Creative Commons (CC BY-NC 4.0):

  • O uso do material copiado deve se destinar apenas a fins educacionais, de pesquisa, uso pessoal, circulação interna ou outros usos não comerciais. Reproduções para fins comerciais são proibidas;
  • O material deve ser reproduzido sem sofrer qualquer alteração ou edição de conteúdo em relação ao original;
  • A reprodução deverá ser acompanhada da citação da fonte, no seguinte formato: Fonte: Revista Cadernos Prolam/USP. Brazilian Journal of Latin American Studies;
  • Os nomes e endereços informados na revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.

 A BJLAS não remunera sob nenhuma forma os autores cujo manuscrito for publicado pela Revista. 

PROCESSO DE AVALIAÇÃO POR PARES (DOUBLE-BLIND PEER REVIEW)

Os artigos submetidos à revista para análise serão avaliados pelo Corpo Editorial, com o auxílio de dois consultores ad hoc que serão escolhidos pelo Editor a partir da afinidade do mesmo com o tema do manuscrito. 
Os manuscritos submetidos são enviados desprovidos da identificação dos autores para avaliação dos consultores ad hoc que são realizadas de forma duplamente anônima ( Double Blind Peer Review): o autor não saberá quem são os consultores ad hoc, nem eles quem é o autor. Dessa análise, poderá resultar a aceitação do artigo, condicionada, ou não, à realização de alterações pelo respectivo autor; a sua rejeição, com ou sem a recomendação de nova submissão depois de modificações; ou a sua rejeição definitiva. No caso de uma segunda submissão, a rotina de análise se repetirá até que uma decisão final de rejeição ou aceitação seja alcançada. O processamento do artigo é conduzido pelos Editores, a quem compete a comunicação com o respectivo autor.

A decisão final quanto à publicação dos artigos cabe ao Corpo Editorial, que se reúne ordinariamente para decidir a composição de cada um dos números da revista, por recomendação dos Editores. A aprovação do artigo para publicação será comunicada por escrito ao seu autor.

O processo de avaliação contém três etapas:  avaliação preliminar (desk review), avaliação cega (double-blind peer review) e avaliação final pelo Comitê Editorial.  Os critérios utilizados pelos avaliadores são:

  • Originalidade da contribuição;
  • Relevância acadêmica do tema tratado pelo manuscrito;
  • Consistência teórica e atualidade teórica
  • Clareza na definição e justificação do tema de pesquisa. 
  • Clareza na contribuição e resultados da pesquisa. 
  • Rigor metodológico do tratamento das fontes e da organização da redação;
  • Qualidade e pertinência das fontes utilizadas para a construção do manuscrito;
  • Qualidade da redação.

PERIODICIDADE

Semestral

POLÍTICA DE ACESSO LIVRE 

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

CÓDIGO DE ÉTICA 

A BJLAS tem o compromisso em garantir a integridade ética e inibir as más práticas que possam surgir no processo de publicação dos manuscritos. A Revista adota as diretrizes e conceitos do Committee on Publication Ethics (COPE) e do Código de Ética de Boas Práticas Científicas da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo.

AUTORIA E CONTRIBUIÇÕES 

    1. A Revista BJLAS aceita apenas submissões inéditas e originais. Não são aceitos manuscritos publicados previamente em periódicos, repositórios de quaisquer natureza e anais de conferências/eventos.
    2.  A Revista poderá contactar os autores e coautores de um referido manuscrito a fim de verificar se os mesmos estão à par da submissão.
    3. Em casos de que um dos autores não reconheça a autoria de um determinado manuscrito e não tenha autorizado a utilização de seu nome, a submissão será rejeitada. 

SIMILARIDADE, PLÁGIO, AUTOPLÁGIO (TEXTO RECICLADO), FATIAMENTO DE PUBLICAÇÃO (SALAMI-SLICING)

A BJLAS adota os seguintes conceitos e procedimentos em relação a Similaridade, Plágio, Autoplágio e Fatiamento de publicação:

Similaridade

A BJLAS considera similaridade textual quando há semelhanças entre o texto submetido e outros publicados sem mencionar o original como referência. A similaridade será interpretada conforme os relatórios de similaridade gerados pelas ferramentas de integridade acadêmica utilizados pela Revista.

Plágio

A BJLAS  utiliza os conceitos propostos pelo The Office of Research Integrity e pelo Committee on Publication Ethics (COPE) e entende plágio como a apropriação de ideias, processos, resultados, dados ou palavras de outra pessoa sem dar crédito apropriado. 

AutoPlágio (Texto Reciclado / Publicacção Redundante)

Refere-se à prática da reutilização, ou da publicação como se inédito fosse, de ideias, dados, resultados, métodos, conclusões, textos, etc. publicados anteriormente pelo autor em mais de uma publicação.

Fatiamento de Publicacção (Salami-Slicing / Publicação Segmentada) 

É a parte de um grande estudo publicado de forma independente mesmo que a base de dados tenha sido já utilizada pelo autor anteriormente sem que haja referência de que este manuscrito é parte de um estudo maior. Uma solução é o autor identificar através de notas de rodapé que o manuscrito é parte de uma dissertação, por exemplo.

RECLAMAÇÕES E RECURSOS 

A BJLAS recebe reclamações e denúncias voluntárias da comunidade científica (whistleblowers) no que concerne suspeitas de conflitos de interesse, fabricação de dados e outros problemas de desvio ético. As reclamações de autores, avaliadores, leitores e da comunidade em geral podem ser enviadas através do seguinte email: prolamjournal@usp.br.

CORREÇÕES PÓS-PUBLICAÇÃO

Na eventualidade de alegações ou fatos comprovados de má conduta científica, publicação fraudulenta ou plágio a BJLAS tomará medidas para clarificar a situação e, se necessário, poderá retificar o manuscrito através de publicação de errata, nota de esclarecimento ou de retratação, para casos mais graves.

HISTÓRICO DO PERÍODICO 

A Revista Cadernos Prolam/USP –  Brazilian Journal of Latin American Studies – começou suas atividades no ano de 2002,  com a missão de difundir conhecimento científico sobre o processo de integração latino-americano.

Com o passar dos anos, periódico ampliou suas atividades e hoje atua com uma ampla gama de trabalhos sobre estudos latino-americanos que vão da integração econômica, da política internacional e da cultura latino-americana.

ARQUIVAMENTO

 Os manucritos publicados pela BJLAS são automaticamente arquivados nas seguintes bases:

LOCKSS é um software livre desenvolvido pela Biblioteca da Universidade de Stanford, que permite preservar revistas online através do arquivamento do conteúdo recentemente publicaado. Cada arquivo é continuamente validado contra cópias de outras bibliotecas. Caso o conteúdo seja corrompido ou perdido, as cópias são usadas para restauração. 

PERCENTUAL DE APROVAÇÃO E REJEIÇÃO DOS MANUSCRITOS

Publicados Rejeitados
338 141
67,74% 28,26%

FONTES DE APOIO