ANÁLISE DO GRAU DE INTEGRAÇÃO ENTRE OS PAÍSES DO MERCOSUL A PARTIR DA HIPÓTESE DA PARIDADE DA TAXA DE JUROS REAL

Autores

  • Lívia Semensato Sacchetti Banco Itaú S.A.
  • Alex Luiz Ferreira Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Universidade de São Paulo.

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1676-6288.prolam.2014.101339

Palavras-chave:

Integração Econômica, Organizações Internacionais, Relações Internacionais.

Resumo

Verificou-se formalmente o grau de integração conjunta dos mercados de bens e ativos entre os países do Mercosul: Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai. A investigação foi realizada para o período entre julho de 1995 a setembro de 2011, por meio da análise das séries de tempo dos diferenciais de taxa de juros reais entre os mesmos. O conjunto dos resultados dos testes bilaterais aponta na direção de estacionariedade dos diferenciais dos países-membros, sendo esses corroborados pelos dados em painel. As medidas de persistência estimadas evidenciam que o processo de integração combinada aumentou ao longo do período amostral, ainda que lentamente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2014-12-31

Como Citar

Sacchetti, L. S., & Ferreira, A. L. (2014). ANÁLISE DO GRAU DE INTEGRAÇÃO ENTRE OS PAÍSES DO MERCOSUL A PARTIR DA HIPÓTESE DA PARIDADE DA TAXA DE JUROS REAL. Brazilian Journal of Latin American Studies, 13(25), 29-51. https://doi.org/10.11606/issn.1676-6288.prolam.2014.101339

Edição

Seção

Artigos