Regionalizações durante o período ditatorial brasileiro

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1676-6288.prolam.2021.170226

Palavras-chave:

América Latina, Política Externa Brasileira, Ditadura Brasileira, Regionalismo, Integração

Resumo

O presente artigo tem como objetivo analisar a aproximação e o afastamento do Brasil de diversas regionalizações durante o período da ditadura, levando em conta a formulação da Política Externa Brasileira como ferramenta para explicar a intensidade de determinadas alianças e instituições existentes no período. Para descrever essas tendências regionais, serão levadas em conta as noções da Abordagem do Novo Regionalismo, em que as regiões são construídas, reconstruídas e desconstruídas socialmente pelos autores, discursos, relações e contexto. O artigo se apresentará em três partes: o contexto que antecede o início do período ditatorial, a primeira década de ditadura em ascensão (1964-1974), e a segunda década, que já apresenta sinais de transição democrática (1974-1985). Como resultado, se conclui que o movimento das regionalizações passa por um latino-americanismo que envolve uma América continental, chega ao isolamento e completo alinhamento com os Estado Unidos, e acaba por fim repousando em um regionalismo latino-americano mais focado na construção sub-regional do Cone Sul.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tainá Estanislau Siman, Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais (PPGRI-UERJ)

 Mestranda no Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (PPGRI-UERJ); e-mail: taina.siman@gmail.com ; pesquisadora do Observatório de Regionalismo (REPRI). 

Referências

AMADO, Rodrigo. A Política Externa no governo João Goulart. In: José A. G. de Albuquerque (org.). Sessenta Anos de Política Externa Brasileira, 1930-1990, São Paulo: Núcleo de Pesquisa em Relações Internacionais da USP/Cultura Editores Associados. vol. 1. 1996.

BORZEL, Tanja A. Comparative Regionalism: a New Research Agenda. KFG Working Paper Series, No. 28, Freie University Berlin. August, 2011. Disponível em: <https://www.researchgate.net/publication/239806879_Comparative_Regionalism_-_A_New_Research_Agenda> . Acesso em 15/07/2019.

BUENO, Clodoaldo; RAMANZINI JÚNIOR, Haroldo; VIGEVANI, Tullo. Uma perspectiva de Longo Período sobre a Integração Latino-Americana vista pelo Brasil. Contexto int., Rio de Janeiro , v. 36, n. 2, p. 549-583, Dec. 2014. DOI: 10.1590/S0102-85292014000200008.

CASTILHO, Alessandra Beber. O golpe de 1964 e a política externa brasileira dentro do contexto repressivo. Revista NEIBA, Vol. 3, No 1, Novembro 2014. DOI: https://doi.org/10.12957/neiba.2014.13849

CORREA DA SILVA, Vera Lúcia. Da Operação Pan-Americana aos Entendimentos de Uruguaiana.: as relações Brasil-Argentina (1958-1962). Orientadora: Dra, Heloísa Conceição Machado da Silva. 2005. 127 pp. Dissertação – Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2005. Disponível em: < http://www.lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/5851/000521288.pdf >. Acesso em 15 Jul. 2018.

ESTENSSORO, Luis E. R. O Sistema Econômico Latino-Americano (SELA): integração e relações internacionais (1975-1991). Orientador: Prof. Dr. Paulo César Milone. 1994. 200 p. Dissertação – Programa de Pós-Graduação em Integração Latino-Americana, Universidade de São Paulo, São Paulo, 1994. Disponível em: <http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/84/84131/tde-16082011-100208/publico/1994_LuisEnriqueRambalducciEstenssoro.pdf>. Acesso em 09 Ago. 2018.

FERREIRA, Túlio Sérgio Henriques. A ruína do consenso: a política exterior do Brasil no governo Figueiredo (de 1979 a 1985). Revista Brasileira de Política Internacional, Brasília, Vol. 49, No. 2, p. 119-136, 2006. Disponível em: <https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S0034-73292006000200007&lng=en&nrm=iso&tlng=pt>. Acesso em 12 Dez. 2020.

GONÇALVES, Williams da Silva; MIYAMOTO, Shiguenoli. Os militares na política externa brasileira: 1964-1984. Revista Estudos Históricos, São Paulo, Vol. 6, No. 12, p. 211-246, 1993. Disponível em: < http://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/reh/article/view/1964>. Acesso em 12 Jul. 2018

HETTNE, Björn; SÖDERBAUM, Fredrik. Towards Global Social Theory. Journal of International Relations and Development, Vol. 2, No. 4, p. 358-368, Dezembro, 1999. Disponível em: <https://papers.ssrn.com/sol3/papers.cfm?abstract_id=2399203>. Acesso em 12 Dez. 2020.

KHALIL, Suhayla; ALVES, Vágner Camilo. Ideias e Política Externa: As relações do Brasil com o Terceiro Mundo durante o governo de Castelo Branco. Contexto int. Rio de Janeiro, Vol. 3, 6 No. 2, Julho-Dezembro 2014. 2014. DOI: 10.1590/S0102-85292014000200012

LIMA, Maria Regina Soares de; MOURA, Gerson. A trajetória do pragmatismo – Uma análise da Política Externa Brasileira. DADOS, Rio de Janeiro, Vol. 24, No. 3, p. 349- 363, 1982. Disponível em: <https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/118080/mod_resource/content/1/Maria%20Regina%20Soares%20de%20Lima.pdf>. Acesso em 12 Dez. 2020.

MALAMUD, Andrés. Conceptos, teorías y debates sobre la integración regional. BJIR, Marília, Vol. 1, No. 3, p. 367-397, Set/Dez. 2012. https://doi.org/10.36311/2237-7743.2012.v1n3.p366-389

MEARSHEIMER, John J.; WALT, Stephen M. The Case for Offshore Balancing. Foreign Affairs : America and the World. Julho-Agosto 2016. Disponível em:

<https://www.foreignaffairs.com/articles/united-states/2016-06-13/case-offshore-balancing>. Acesso 20 Nov. 2010.

MELLO, Leonel Itaussu de Almeida. Golbery do Couto Silva e o “Destino Manifesto” Brasileiro. In: A Geopolítica do Brasil e a Bacia do Prata. Manaus: Universidade do Amazonas, 1997.

PECEQUILO, Cristina Soreanu; ALVES DO CARMO, Corival. O Brasil e a América do Sul: Relações regionais e globais. Rio de Janeiro: Alta Books, 2015.

PINHEIRO, Letícia. Unidades de decisão e processo de formulação de política externa durante o regime militar. In: J. A. G. de Albuquerque (org.), Sessenta anos de política externa brasileira (1930-1990): Prioridades, Atores e Políticas. São Paulo, Annablume/Nupri, Vol 4. 2000. p.449-474.

POLETTO, Dorivaldo Walmor. A CEPAL e a América Latina. Estudos Ibero-Americanos, Rio Grande do Sul, Vol. 25, No. 1, p 209-216, Junho 1999. Disponível em: < https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/iberoamericana/article/download/25570/14941>. Acesso em 15 Jul. 2018

SARAIVA, Miriam Gomes; HERNÁNDEZ, Lorena Granja. La integración americana en la encrucijada entre la ideología y el pragmatismo. Revista Uruguaya de Ciencia Política Vol. 28 No. 1. 2019. DOI: 10.26851/RUCP.28.1.6

SARAIVA, Miriam Gomes. Política externa, política interna e estratégia de desenvolvimento: o projeto de Brasil potência emergente (1974 a 1979). Sociedade em Debate. Vol.4 No.1. Pelotas/RS: Universidade Federal de Pelotas, abr.1998. p.19-38.

SCHULZ, Michael; SÖDERBAUM, Fredrik; ÖJENDAL, Joakim. Regionalisation in a Globalising World. A Comparative Perspective on Actors. 2000. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/259580865_Regionalisation_in_a_Globalising_World_A_Comparative_Perspective_on_Actors_Forms_and_Processes>. Acesso em 21/06/2019.

SÖDERBAUM, Fredrik. Introduction. In: SÖDERBAUM, Fredrik.; SHAW, Timothy (Eds). Theories of New Regionalism. London: Palgrave Macmillan, 2003.

SÖDERBAUM, Fredrik. Early Old and New Regionalism: The Scholarly Development of the Field. KFG Working Paper Series, No. 64, Freie University Berlin. October 2015. Disponível em: <http://www.polsoz.fu-berlin.de/en/v/transformeurope/publications/working_paper/wp/wp64/WP-64-Soederbaum.pdf>. Acesso em 12 Ago. 2018.

SÖDERBAUM, Fredrik. Rethinking Regionalism. London: MacMillan Education, 2016.

SPEKTOR, Matias. O Brasil e a Argentina entre a cordialidade oficial e o projeto de integração: a política externa do governo de Ernesto Geisel (1974-1979). Rev. Bras. Polit. Int. Vol. 25, No. 1, p.117-145, 2002. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/rbpi/v45n1/a05v45n1.pdf>. Acesso em 06 Ago. 2018.

SPEKTOR, Matias. Origens e direção do Pragmatismo Ecumênico e Responsável (1974-1979). Revista Brasileira de Política Internacional, vol.47, n.2. Brasília, 2004.

VIZENTINI, Paulo Fagundes. A Política Externa do Regime Militar Brasileiro. Porto Alegre: Editora UFRGS, 1998

Downloads

Publicado

2021-07-01

Como Citar

Siman, T. E. (2021). Regionalizações durante o período ditatorial brasileiro. Brazilian Journal of Latin American Studies, 20(39), 318-342. https://doi.org/10.11606/issn.1676-6288.prolam.2021.170226

Edição

Seção

Artigos