A base espacial Chinesa em Neuquén, Argentina

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1676-6288.prolam.2021.175034

Palavras-chave:

América Latina, Argentina, China, Estação espacial, Soft power

Resumo

O objetivo do artigo é caracterizar a aproximação da República Popular da China a países da América Latina, neste caso à Argentina, tendo em vista a construção de estação espacial na província de Neuquén. Também tem o intuito de demonstrar fatores que levam a esta aproximação, pois a China foi responsável por auxiliar a economia argentina no momento em que esta passava por grave crise de credibilidade. A abordagem adotada é a de narrativa de fatos, complementada com dados exarados por documentos conjuntos e, ainda, extraídos de artigos científicos e reportagens recentes, abordando a forma como a China reverbera o soft power e começa a exercer influência na região. Coaduna-se também com o espírito chinês de cooperação e analisa-se como são na prática os acordos e compromissos assumidos. A conclusão dos documentos analisados permite depreender que a vontade chinesa em promover auxílio a países como a Argentina pode viabilizar uma etapa de prosperidade, sempre que os países tomem a devida atenção, já que a expansão chinesa se mostra pujante e, portanto, impossível de acompanhar para nações que não possuem a infraestrutura necessária, o que os levaria a depender cada vez mais das benesses chinesas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rogério Nascimento Carvalho, Universidade de São Paulo. Programa de Pós-graduação Interunidades de Integração da América Latina (PROLAM)

Doutorando no Programa de Pós-graduação Interunidades de Integração da América Latina (PROLAM) da Universidade de São Paulo (USP), Mestre em Estratégia Marítima pela Escola de Guerra Naval (EGN), Pesquisador no Grupo sobre Genocídios e Conflitos Armados da Universidade Federal de São Paulo –  Câmpus Osasco. Professor universitário e advogado. E-mail: rogerionascimento@usp.br.

Referências

ARANDA, Isabel Rodríguez; VAN DE MAELE, Diego Leiva. El soft power en la política exterior de China: consecuencias para América Latina. Polis. Santiago, v. 12, n. 35, p. 497-517, agosto 2013. Disponível em: https://scielo.conicyt.cl/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0718-65682013000200022&lng=es&nrm=iso . Acesso em: 6 jan, 2020. http://dx.doi.org/10.4067/S0718-65682013000200022.

ARGENTINA. Presidencia. Ministerio de Relaciones Exteriores, Comercio Internacional y Culto. Acuerdo Marco para la Cooperación en el campo de las actividades espaciales entre el Gobierno de la República Argentina y el Gobierno de la República Popular China. 2020a. Disponível em: https://www.boletinoficial.gob.ar/detalleAviso/primera/233243/20200807. Acesso em: 29 set. 2020.

ARGENTINA. Presidencia. Ministerio de Relaciones Exteriores, Comercio Internacional y Culto. Reunión de trabajo entre el Secretario Filmus y el Embajador de la República Popular China en la Argentina. Información para la Prensa N°: 424/20. 23 dez. 2020. 2020b. Disponível em: https://www.cancilleria.gob.ar/es/actualidad/noticias/reunion-de-trabajo-entre-el-secretario-filmus-y-el-embajador-de-la-republica. Acesso em: 26 dez. 2020.

ARGUELLO, Irma. Por qué la base china en Neuquén debería preocuparnos. Infobae. 10 fev. 2019. Disponível em: https://www.infobae.com/opinion/2019/02/10/por-que-la-base-china-en-neuquen-deberia-preocuparnos/. Acesso em: 12 dez. 2019.

BONIFACE, Pascal. La Géopolitique. 3. Ed. Paris: Eyrolles, 2016.

CARVALHO, Rogério do Nascimento. A influência britânica no Atlântico Sul: o caso das ilhas Malvinas. Dissertação. Rio de Janeiro: Escola de Guerra Naval, 2017. 104 f.

CHINA (Ministério das Relações Exteriores). Declaración Conjunta entre la República Popular China y la República Argentina. Beijing, 13 julho 2010. Disponível em: https://www.fmprc.gov.cn/esp/wjb/zzjg/ldmzs/gjlb/3453/3454/t717906.shtml. Acesso em: 21 nov. 2019.

CHINA (Ministério das Relações Exteriores). Xi Jinping Se Reúne con el Presidente Argentino Makri . Johannesburgo, 27 julho 2018. Disponível em: https://www.fmprc.gov.cn/esp/wjb/zzjg/ldmzs/gjlb/3453/3455/t1581093.shtml. Acesso em: 21 nov. 2019.

CHINA. Full text of China's Policy Paper on Latin America and the Caribbean. 24 nov. 2016. Disponível em: http://www.china.org.cn/world/2016-11/24/content_39777989.htm . Acesso em: 14 dez. 2019.

COSTA, Wanderley Messias da. Geografia Política e Geopolítica: Discursos sobre o Território e o Poder. 2ª ed. 3ª reimpr. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2016.

DINATALE, Martín. Por pedido de Xi Jinping, el Gobierno ratificó el acuerdo con China por la estación espacial en Neuquén. Infobae. 08 agosto 2020. Acesso em: https://www.infobae.com/politica/2020/08/08/por-pedido-de-xi-jinping-el-gobierno-ratifico-el-acuerdo-con-china-por-la-estacion-espacial-en-neuquen/ . Disponível em: 29 set. 2020.

ELLIS, Evan. China’s Strategy in Latin America Demonstrates the boldness of President Xi. The Manzella Report. 19 fev. 2014. Disponível em: <https://phibetaiota.net/wp-content/uploads/2014/02/Chinas-Strategy-in-Latin-America-CELAC-Forum.pdf. Acesso em: 29 nov. 2019.

FREITAS, Alexandre de Barros. Relações Argentina - China: a construção de um vínculo assimétrico. Artigo científico. Brasília: Universidade de Brasília, 2016. 26 p. Disponível em: http://bdm.unb.br/bitstream/10483/17523/1/2016_AlexandredeBarrosFreitas_tcc.pdf . Acesso em: 02 dez 2019.

GARRISON, Cassandra. Argentine lawmakers seek greater oversight of Chinese space facility in Patagonia. Reuters. 29 março 2019. Disponível em: https://www.reuters.com/article/us-argentina-china-space/argentine-lawmakers-seek-greater-oversight-of-chinese-space-facility-in-patagonia-idUSKCN1RA24I. Acesso em: 07 nov. 2019.

GOMES JÚNIOR, Amaury Marcial. A Geopolítica da China e a sua influência na Argentina: possíveis reflexos para a Marinha do Brasil. Dissertação. Rio de Janeiro: Escola de Guerra Naval, 2016. 130 f.

GOSWAMI, Namrata. China’s grand strategy in outer space: to establish compelling standards of behavior. The Space Review. 05 agosto 2019. Disponível em: https://www.thespacereview.com/article/3773/1. Acesso em: 07 nov. 2019.

HANBAN, 2019. Instituto Confucio-Acerca del Instituto/Aula Confucio. Disponível em: http://spanish.hanban.org/confuciousinstitutes/node_31587.htm. Acesso em: 06 jan. 2020.

JAFFE, Alexandra. China built a $50 million space base in Argentina to reach the dark side of the moon, but it's casting a shadow on its neighbors. Vice News. 30 nov. 2018. Disponível em: <https://www.vice.com/en_us/article/a3mje4/china-built-a-dollar50-billion-space-base-in-argentina-to-reach-the-dark-side-of-the-moon-but-its-casting-a-shadow-on-its-neighbors. Acesso em: 21 nov. 2019.

LONDOÑO, Ernesto. Desde una estación espacial en Argentina, China expande su presencia en Latinoamérica. América Latina. Negócios. The New York Times (Esp). 28 julho 2018. Disponível em: <https://www.nytimes.com/es/2018/07/28/china-america-latina-argentina>. Acesso em: 21 nov. 2019.

PARELLO-PLESNER, Jonas. China’s risk map in the South Atlantic. Washington: The German Marshall Fund of the United States, 2016. Disponível em: http://www.gmfus.org/listings/research/type/publication. Acesso em: 12 dez. 2019.

SELIGMAN, Lara. U.S. Military Warns of Threat From Chinese-Run Space Station in Argentina. Foreign Policy. 08 fev. 2019. Disponível em: https://foreignpolicy.com/2019/02/08/us-military-warns-of-threat-from-chinese-run-space-station-in-argentina/. Acesso em: 21 nov. 2019.

SHIXUE, Jiang. Una mirada china a las relaciones con América Latina. Nueva Sociedad. nº 203 / maio - junho 2006. p. 62-78. ISSN 0251-3552. Disponível em: https://dialnet.unirioja.es/servlet/articulo?codigo=2380771. Acesso em: 21 nov. 2019.

URDINEZ, Francisco; KNOERICH, Jan; RIBEIRO, Pedro Feliú. Don't Cry for Me 'Argenchina': Unraveling Political Views of China Through Legislative Debates in Argentina. Journal of Chinese Political Science. 9 maio 2016. Disponível em: https://ssrn.com/abstract=2782054. Acesso em: 24 dez. 2019. http://dx.doi.org/10.2139/ssrn.2782054

VAN DE MAELE, Diego Leiva. Xi Jinping and The Sino – Latin American Relations in The 21st Century: Facing The Beginning of A New Phase? The Journal of China and International Relations. Vol 5 No 1, 2017. Disponível em: https://journals.aau.dk/index.php/jcir/article/view/1916/1481. Acesso em: 02 jan. 2020.

DOI: https://doi.org/10.5278/ojs.jcir.v5i1.1916

WILSON, Jordan. China’s Military Agreements with Argentina: A Potential New Phase in China-Latin America Defense Relations. Staff Research Report. U.S.-China Economic and Security Review Commission. 2015. Disponível em: https://www.uscc.gov/sites/default/files/Research/China's%20Military%20Agreements%20with%20Argentina.pdf . Acesso em: 19 nov. 2019.

Downloads

Publicado

2021-07-01

Como Citar

Carvalho, R. N. (2021). A base espacial Chinesa em Neuquén, Argentina. Brazilian Journal of Latin American Studies, 20(39), 391-413. https://doi.org/10.11606/issn.1676-6288.prolam.2021.175034

Edição

Seção

Artigos