Indicadores de base econômica

uma análise comparativa das regiões colombianas e brasileiras

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1676-6288.prolam.2021.188535

Palavras-chave:

Quociente de localização, Regiões colombianas e brasileiras, Base econômica, Trabalho, Economia regional

Resumo

 Este artigo analisa indicadores de base econômica nas regiões da Colômbia e do Brasil. A teoria da base econômica explica as relações inter-regionais que abrangem a mobilidade de pessoas, bens e serviços. Da mesma forma, avalia os impactos relevantes desses fluxos entre as regiões e a economia de referência. Como procedimentos metodológicos, foram utilizados dois indicadores de análise regional; o Quociente de Localização (QL) e o Coeficiente de Associação Geográfica (CAG) e estimou-se o Multiplicador Básico de Emprego (MEB), indicando como resultados os ramos de atividade mais especializados (chamados de atividades básicas) em todas as regiões colombianas e brasileiras analisadas. Os resultados do QL e do CAG obtidos refletem que a economia das regiões colombianas continua a depender de três atividades básicas: Agricultura, Construção e Comércio, uma atividade primária, uma secundária e uma terciária, respectivamente. Enquanto no Brasil não mais que três regiões brasileiras têm a mesma atividade motora. A região Sudeste é a que concentra mais atividades de base econômica; 19 de 25 e gera mais empregos do que as outras regiões brasileiras, com nove empregos não básicos para cada emprego básico criado. Finalmente, fica evidente que enquanto no Brasil as regiões que marcam a economia nacional são as que margeiam o Oceano Atlântico - Sudeste e Sul - na Colômbia a região que faz fronteira com o Oceano Atlântico, não. É a região Centro-Oeste - região Andina - que estimula a geração de aproximadamente 27 empregos não básicos para cada emprego básico criado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cristian Orlando Avila, Universidad Nacional Abierta y a Distancia

Investigador de Doctorado en Desarrollo Regional en la Universidad Federal de Tocantins (Brasil),  Magíster en Ciencias Económicas en la Universidad Nacional de Colombia (Colombia). Correo electrónico: cristian.avila@unad.edu.com

Carlos Julio Moreno, Fondo para el Financiamiento del Sector Agropecuario (FINAGRO)

Magíster en Economía de la Universidad (Colombia). Correo electrónico: cmeconomist@gmail.com

Nilton Marques de Oliveira, Universidade Federal do Tocantins

Doutor em Desenvolvimento Regional e Agronegócio pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná - UNIOESTE, Toledo - PR. Mestre em Economia Aplicada pela Universidade Federal de Viçosa - UFV, Economista pela Universidade Estadual de Maringá - UEM. Professor do Programa de Pós-graduação em Desenvolvimento Regional (PGDR/UFT) e do curso de Ciências Econômica da Universidade Federal do Tocantins . Membro do Conselho Editorial da Editora Universitária (EDUFT/ 2016-2019). Vice-presidente do Instituto Territorial do Centro Norte Brasileiro (IT Centro Norte/ PGDR-UFT). Membro do comitê técnico científico (PIBIC - CNPq/UFT). Integrante do Banco de Avaliadores do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior - BASis-Inep/Mec. Tutor do Grupo PET de Ciências Econômicas da UFT. Diretor de Avaliação da Pró-reitoria de Avaliação e Planejamento - PROAP/UFT (2008 a 2012). Líder do Grupo de pesquisa em Desenvolvimento Regional e Territorial do Centro Norte do Brasil - DRT Centro Norte ( CNPq/UFT). Área de Pesquisa: Desenvolvimento Regional, Territorial e Local; Economia Regional e Urbana; Análise Regional e, Economia do Tocantins. Correo electrónico:niltonmarques@uft.edu.br

Referências

ALVES, Lucir Reinaldo. Indicadores de localização, especialização e estruturação regional. In: PIACENTI, C. A.; FERRARA DE LIMA, J. (Ed..), Análise regional: metodologias e indicadores. Curitiba (Brasil): Camões, p. 63-87, 2012.

AVILA, Cristian; CAMARGO, Wainesten; OLIVEIRA, Nilton. Localización y especialización productiva: el caso de la región amazorinoquia de Colombia. Anais XVIII ENANPUR, 2019. Disponible en: http://anpur.org.br/xviiienanpur/anais. Consultado en: 05 jul. 2021.

AVILA, Cristian; OLIVEIRA, Nilton. Desarrollo y crecimiento económico. Casanare -lecciones aprendidas. Colombia: Jotamar. UFT, UNAD & CCC, p. 193, sept. 2018.

AVILA, Cristian; SANABRIA, Segundo; OLIVEIRA, Nilton. Localización y especialización productiva: la región de la amazonía colombiana. Revista RAEGA - O espaço geográfico em análise. vol. 52, p. 60–83, nov. 2021. DOI: http://dx.doi.org/10.5380/raega.v52i0.76860

DANE (Departamento Administrativo Nacional de Estadística). Gran Encuesta Integrada de Hogares 2018. DANE, 2018. Disponible en: https://www.dane.gov.co/index.php/estadisticas-por-tema/mercado-laboral/empleo-y-desempleo#2018. Consultado en: 05 jul. 2021.

DANE (Departamento Administrativo Nacional de Estadística). Cuentas nacionales departamentales: PIB por departamento. DANE, 2021. Disponible en: https://www.dane.gov.co/index.php/estadisticas-por-tema/cuentas-nacionales/cuentas-nacionales-departamentales. Consultado en: 10 jul. 2021.

DUMAIS, Sonia; MALO, Marie-Claire; RAUFFLET, Emmanuel. Les liens d’interrelation et le dynamisme économique d’une MRC gaspésienne. Organisations et Territoires, vol. 14, no. 1, p. 79-86, 2005. Disponible en: http://revues.uqac.ca/index.php/revueot/article/view/652/551. Consultado en: 11 dec. 2021.

FURTADO, Celso. Teoria e política do desenvolvimento econômico. 19º ed. São Paulo: Cia. Editora Nacional, 1987.

HADDAD, Paulo Roberto. (Org.). Economia regional: teorias e métodos de análise. Fortaleza (Brasil): Banco do Nordeste do Brasil SA, Escritório Técnico de Estudos Econômicos do Nordeste, 1989.

IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Relación Anual de Informaciones Sociales - RAIS, 2021. Disponible en: https://biblioteca.ibge.gov.br/biblioteca-catalogo.html?acervo=todos&campo=todos&digital=false&texto=Pos-Industrial. Consultado en: 08 jul. 2021.

KRUGMAN, Paul. Increasing returns and economic geography. Journal of Political Economy, Washington (DC), no 99, p.483-499, 1991.

LIRA, Luis; QUIROGA, Bolívar. Técnicas de análisis regional, Series Manuales-CEPAL, ILPES, Santiago de Chile: Naciones Unidas, 2009. Disponible en: https://repositorio.cepal.org/handle/11362/5500. Consultado en: 06 jul. 2021.

MARTÍNEZ, María; AVILA, Cristian; OLIVEIRA, Nilton. Localización y especialización productiva: el caso de las trece ciudades principales en Colombia. Revista Brasileira de Gestão e Desenvolvimento Regional. G&DR. v. 15, n. 6, Edição Especial, p. 216-230, nov. 2019. Disponible en: https://www.rbgdr.net/revista/index.php/rbgdr/article/view/5196. Consultado en: 04 jul. 2021.

MARTINS, Helder; LIMA, Jandir; PIFFER, Moacir. Indicadores de Base Econômica: uma aplicação para as Regiões Brasileiras. Caderno de Geografia, v. 25, n. 43, pp. 206-220. 2015. DOI: https://doi.org/10.5752/P.2318-2962.2015v25n43p206

MENDOZA, Henry; CAMPO, Jacobo. Postura fiscal y crecimiento económico regional en Colombia. Bogotá: Universidad Católica de Colombia. 2016. Disponible en: http://www.scielo.org.co/pdf/rfce/v24n2/v24n2a03.pdf/. Consultado en: 07 jul. 2021.

NORTH, Douglass. A agricultura no crescimento econômico. In: SCHWARTZMAN, Jacques. (Ed.), Economia Regional: Textos Escolhidos. Belo Horizonte, Brasil: Cedeplar/Cetrede-Minter. 1977, p. 333-343.

PIACENTI, Carlos et al. A dinâmica da base de exportação das regiões do Brasil. Estudo e debate, vol. 09, nº 02, p. 95-109, 2002.

RODRÍGUEZ, Vicente. Especialización, concentración sectorial y crecimiento en las tres Españas económicas en el período 1962-1993. Revista Asturiana de Economía, 10, p. 171-195, 1997.

SANABRIA, Segundo Abrahán. Microdinámica evolutiva de los desequilibrios económicos regionales: una propuesta metodológica. Revista de Estudios Regionales, 3, p. 93-115, 2019. Disponible en: https://ideas.repec.org/a/rer/articu/v3y2019p93-115.htm. Consultado en 01 jul. 2021.

Publicado

2021-12-30

Como Citar

Avila, C. O., Moreno, C. J., & Oliveira, N. M. de . (2021). Indicadores de base econômica: uma análise comparativa das regiões colombianas e brasileiras. Brazilian Journal of Latin American Studies, 20(41), 177-209. https://doi.org/10.11606/issn.1676-6288.prolam.2021.188535

Edição

Seção

Artigos