CONSTRUINDO O SINDICALISMO TRANSNACIONAL: O CASO DOS TRABALHADORES NA JOHNSON CONTROLS DO MÉXICO (PLANTAS FINSA E INTERIORES)

Autores

  • Katiuscia Moreno Galhera Espósito Programa de Pós-Graduação em Ciência Política. Universidade de Campinas.

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1676-6288.prolam.2013.82521

Palavras-chave:

América Latina, Política social.

Resumo

Uma das estratégias dos sindicatos, diante da queda geral dos níveis de sindicalização e
a constante desregulamentação do trabalho, é a atuação em nível transnacional, por meio de
redes de informação, comunicação e mobilização globais. O objetivo do presente artigo é analisar
uma dessas redes.Especifi camente, a internacionalização da campanha de trabalhadores
em duas maquilas estadunidenses e o papel da Federação Internacional dos Trabalhadores
das Indústrias Metalúrgicas (FITIM). O exame será realizado a partir de fontes primárias
como: entrevistas com militantes e especialistas, notícias de jornais, acordos etc. Ao fi nal
esperamos demonstrar a ação das redes internacionais de sindicatos e seus resultados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2013-06-01

Como Citar

Espósito, K. M. G. (2013). CONSTRUINDO O SINDICALISMO TRANSNACIONAL: O CASO DOS TRABALHADORES NA JOHNSON CONTROLS DO MÉXICO (PLANTAS FINSA E INTERIORES). Brazilian Journal of Latin American Studies, 12(22), 129-147. https://doi.org/10.11606/issn.1676-6288.prolam.2013.82521

Edição

Seção

Artigos