[1]
G. Costa e M. P. R. de Souza, “O contexto político da produção de Ignacio Martín-Baró”, Cad. PROLAM/USP, vol. 19, nº 36, p. 19-39, jul. 2020.