Derrida: da razão pura à razão marrana

Autores

  • Olgária Chain Féres Matos Universidade de São Paulo; Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas; Departamento de Filosofia

DOI:

https://doi.org/10.1590/0103-6564A20162702

Resumo

O pensamento político de Derrida testemunha as consequências da racionalidade logocêntrica de dominação e das guerras que fizeram dos indivíduos seres sem domicílio fixo. Este ensaio tem como objetivo discutir alguns elementos do pensamento filosófico e político do autor, observando especialmente suas relações com os conceitos de identidade e territorialização. Por fim, o ensaio discute a tarefa da desconstrução e sua relação com a ética e a política da amizade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2016-08-01

Como Citar

Matos, O. C. F. (2016). Derrida: da razão pura à razão marrana . Psicologia USP, 27(2), 255-262. https://doi.org/10.1590/0103-6564A20162702

Edição

Seção

Artigos Originais