Algumas reflexões sobre o corpo no cenário psicanalítico atual

Autores

  • Isabel Fortes Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Departamento de Psicologia
  • Monah Winograd Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Departamento de Psicologia
  • Simone Perelson Universidade Federal do Rio de Janeiro, Instituto de Psicologia

DOI:

https://doi.org/10.1590/0103-656420170154

Palavras-chave:

corpo, psicanálise, clínica psicanalítica, contemporaneidade

Resumo

Busca-se levantar indagações centrais acerca da presença do corpo na clínica psicanalítica e na cultura contemporânea. Para tal finalidade, examina-se o quanto essa problemática participa das transformações sociais testemunhadas nas últimas décadas. Em seguida, compara-se o corpo da biologia e o corpo da psicanálise, a fim de enfatizar a especificidade deste último. Esse problema remete à noção psicanalítica de corpo pulsional, aos limites da representação psíquica em psicanálise e à afirmação de que há nesse campo uma permeabilidade entre o registro da pulsão e o da representação. Além desses dois registros, o artigo propõe também incluir o corpo biológico como uma das dimensões do corpo metapsicológico em Freud.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2018-10-05

Como Citar

Fortes, I., Winograd, M., & Perelson, S. (2018). Algumas reflexões sobre o corpo no cenário psicanalítico atual. Psicologia USP, 29(2), 277-284. https://doi.org/10.1590/0103-656420170154

Edição

Seção

Artigos Originais