Escrita autobiográfica e construção subjetiva

Autores

  • Leônia Cavalcante Teixeira Universidade de Fortaleza

DOI:

https://doi.org/10.1590/S0103-65642003000100004

Palavras-chave:

Autobiografia, Escrita, Subjetividade

Resumo

O objetivo deste ensaio é refletir sobre o uso das variadas modalidades de narrativas de si nos estudos da subjetividade. O escrito autobiográfico é privilegiado como espaço de construção subjetiva. Teóricos como Lejeune, Gusdorf, Miraux e Howarth são convocados à discussão sobre questões conceituais e metodológicas ligadas às vicissitudes das histórias de vida. Com essa finalidade, discorrer-se-á sobre alguns aspectos da delimitação do campo (auto)biográfico, especialmente no que tange a sua contextualização na modernidade. Em seguida, serão discutidos aspectos da escrita de si no terreno complexo da pesquisa em Psicanálise.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2003-01-01

Como Citar

Teixeira, L. C. (2003). Escrita autobiográfica e construção subjetiva. Psicologia USP, 14(1), 37-64. https://doi.org/10.1590/S0103-65642003000100004

Edição

Seção

Artigos Originais