O discurso adolescente numa sociedade na virada do século

Autores

  • Tiago Corbisier Matheus Instituto Sedes Sapientiae

DOI:

https://doi.org/10.1590/S0103-65642003000100006

Palavras-chave:

Adolescência, Juventude, Idealismo, Geração, Ceticismo

Resumo

Este trabalho procura expor alguns resultados de uma pesquisa sobre as expectativas e ideais de adolescentes de classes populares, na região urbana de São Paulo, e a relação desses jovens com a geração a que pertencem. A investigação do imaginário destes, além de favorecer a reflexão sobre questões sociais que ficam depositadas na geração jovem, permite a reflexão sobre o processo constituinte do sujeito (adolescente) como ser social. Foram formados três grupos de jovens que participaram de atividades lúdicas, nas quais puderam expressar expectativas diversas e a partir das quais foi feita a análise de suas falas. Foi possível constatar, por um lado, uma mensagem de ceticismo, decorrente de sua falta de perspectivas; por outro, um esforço no sentido de construir projetos de acordo com as referências que encontram. Tal esforço resulta na restrição de expectativas a metas mais tangíveis, tais como a conquista de uma profissão, a construção de uma família ou o estabelecimento de laços de solidariedade. Mas a restrição produz um resto, que é uma disposição disruptiva em seu discurso, que assume diferentes facetas, mais ou menos mediatizadas. Se, no caso da versão menos mediatizada, as demais gerações são obrigadas a se defrontarem com um mal-estar do qual elas próprias são co-responsáveis, no caso da versão mais mediatizada, emerge a denúncia das rachaduras de um corpo social que muitos procuram não perceber.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2003-01-01

Como Citar

Matheus, T. C. (2003). O discurso adolescente numa sociedade na virada do século. Psicologia USP, 14(1), 85-94. https://doi.org/10.1590/S0103-65642003000100006

Edição

Seção

Artigos Originais