A desconstrução de Cabo Verde como um brasilin: um cabo-verdiano em terras brasileiras

  • Cláudio Alves Furtado Universidade Federal da Bahia
Palavras-chave: Brasil, África, Cabo Verde, representação, identidade

Resumo

O artigo procura, a partir de um registro pessoal, refletir sobre as múltiplas e por vezes ambíguas visões que marcam um desconhecimento de africanos do Brasil e dos brasileiros em relação aos africanos, levando, não raras vezes, a construção de narrativas que tendem a essencializar e reificar o Outro. A matriz africana da cultura brasileira e a influência da ancestralidade africana na formação da identidade cultural brasileira, de um lado, e a visão de um Brasil racialmente mestiço e cordial, veiculada tanto em trabalhos acadêmicos quanto nos produtos de exportação como as telenovelas, tende a conformar uma imagem, no mínimo, romântica dos africanos. Tendo como foco de análise, especificamente, a construção imagética do Brasil em Cabo Verde, o texto confronta tal construção com a vivência de uma realidade que teima em não aceitá-la.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2017-12-23
Como Citar
Furtado, Cláudio. 2017. A Desconstrução De Cabo Verde Como Um Brasilin: Um Cabo-Verdiano Em Terras Brasileiras. Revista De Antropologia 60 (3), 45-64. https://doi.org/10.11606/2179-0892.ra.2017.141646.
Seção
DOSSIÊ - Olhares cruzados para a África: trânsitos e mediações