Entre o previsível e o contingente: etnografia do processo de decisão sobre uma política de ação afirmativa

Autores

  • Ciméa Barbato Bevilaqua UFPR; Departamento de Antropologia

DOI:

https://doi.org/10.1590/S0034-77012005000100005

Palavras-chave:

políticas públicas, sistema de cotas, universidade

Resumo

Este artigo apresenta uma etnografia do processo de decisão sobre o estabelecimento de ações afirmativas na Universidade Federal do Paraná, enfocando particularmente as sessões do Conselho Universitário que culminaram com a aprovação de um Plano de Metas de Inclusão Racial e Social na instituição. Ao situar empiricamente o tema das cotas nas universidades, torna-se possível incorporar novos elementos à reflexão sobre as políticas públicas de ação afirmativa, bem como identificar princípios subjacentes à dinâmica da formulação de normas institucionais numa instância específica do setor público. A análise do material etnográfico sugere uma aproximação com a lógica do sacrifício, tal como descrita por Marcel Mauss.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2005-01-01

Como Citar

Bevilaqua, C. B. (2005). Entre o previsível e o contingente: etnografia do processo de decisão sobre uma política de ação afirmativa . Revista De Antropologia, 48(1), 167-225. https://doi.org/10.1590/S0034-77012005000100005

Edição

Seção

Artigos