Sismologia da performance: ritual, drama e play na teoria antropológica

Autores

  • John C. Dawsey Universidade de São Paulo; Departamento de Antropologia

DOI:

https://doi.org/10.1590/S0034-77012007000200002

Palavras-chave:

performance, ritual, drama, play

Resumo

Os estudos de performance desenvolvidos por Victor Turner e Richard Schechner não deixam de sinalizar um campo emergente. Ao mesmo tempo, ali se encontram rochas antigas e materiais incandescentes. E os ruídos de movimentos sísmicos. Convido os leitores com ouvidos abertos a uma espécie de viagem, tal como quem busca explorar os substratos sonoros de uma formação cultural. Três categorias sinalizam a descida. Em primeiro lugar, o ritual. Depois, o drama. Em terceiro, play - termo difícil de traduzir, mas que evoca"brincadeira","jogo" e"peça teatral". Nas interfaces da antropologia e do teatro - ou seja, em lugares onde se"calcula o lugar sentido das coisas" -, propomos uma incursão geológica. Enfim, um desafio: a elaboração de uma sismologia da performance.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2007-12-01

Como Citar

Dawsey, J. C. (2007). Sismologia da performance: ritual, drama e play na teoria antropológica . Revista De Antropologia, 50(2), 527-570. https://doi.org/10.1590/S0034-77012007000200002

Edição

Seção

Artigos