A "política de santo" no bairro rural do Baú do Centro

Autores

  • Heitor Frúgoli Jr. Universidade de São Paulo
  • Enrico Spaggiari Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.1590/S0034-77012009000200003

Palavras-chave:

bairro rural, política, religião, rural-urbano

Resumo

Pretende-se refletir sobre duas experiências etnográficas distintas, embora articuladas entre si, que marcam duas aproximações do contexto sociocultural de São Bento do Sapucaí, SP (na Serra da Mantiqueira, com 10,7 mil habitantes, cuja população rural sobrepuja a urbana). A primeira diz respeito a atividade inicialmente de consultoria para a confecção de um Plano Diretor para a cidade, com uma pesquisa centrada nos grupos políticos assinalados por significativas matrizes discursivas e uma agenda de desenvolvimento local monopolizada por moradores recentes (ou "de fora"). No período posterior, desenvolveu-se uma pesquisa mais detida com grupos locais, situados em bairros rurais, com práticas e representações distintas dos anteriores - em termos territorial, parental, religioso e político. Pretende-se contrapor essas duas experiências, com ênfase nos modos diferenciados através dos quais esses grupos constroem suas representações, com ênfase, no último caso, na "política de santo".

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2009-01-01

Como Citar

Frúgoli Jr., H., & Spaggiari, E. (2009). A "política de santo" no bairro rural do Baú do Centro . Revista De Antropologia, 52(2), 533-569. https://doi.org/10.1590/S0034-77012009000200003

Edição

Seção

Artigos