[1]
R. J. de M. Bastos, “Sobre as flautas sagradas xinguanas e a antropologização do mundo ”, Rev. antropol., vol. 64, nº 2, p. e186653, jun. 2021.