1.
Schaden E. Biennal Review of Anthropology, 1965. Rev. antropol. [Internet]. 9º de dezembro de 1966 [citado 20º de junho de 2024];14:133-4. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/ra/article/view/110764