COMPREENSÃO DA SATISFAÇÃO E INTENÇÃO DE CONTINUIDADE DE USO DA TECNOLOGIA POR MEIO DO ÍNDICE DE PRONTIDÃO TECNOLÓGICA

  • Márcia Zampieri Grohmann Universidade Federal de Santa Maria
  • Daiane Lindner Radons
  • Luciana Flores Battistella Universidade Federal de Santa Maria
  • Thaís Pellegrin Anschau Universidade Federal de Santa Maria

Resumo

No contexto atual, observa-se uma tendência de crescimento de produtos altamente sofisticados dispostos para o consumo, especialmente sob o prisma tecnológico. Dessa forma, justifica-se a necessidade de investigar a adoção de tecnologias pelos consumidores. O presente estudo tem por objetivo verificar a influência da prontidão tecnológica (otimismo, inovatividade, desconforto e insegurança) sobre a satisfação e a intenção de continuidade de uso da tecnologia. Para tanto, foi realizada uma pesquisa descritiva, com 250 estudantes universitários, utilizando dois modelos teóricos, o de Prontidão para o Uso da Tecnologia (TRI), proposto por Parasuraman (2000) e o Modelo de Pós Aceitação de SI (PAM), desenvolvido por Bhattacherjee (2001). Os resultados, analisados por meio da Modelagem de Equações Estruturais, mostraram que: o otimismo influencia positivamente a satisfação e intenção de continuidade; o desconforto impacta negativamente a intenção de continuidade; a insegurança influencia negativamente a satisfação; e, satisfação é antecedente da intenção de continuidade. E que, ao contrário do que se esperava, a inovatividade possui relação significativa com a intenção de continuidade de uso, porém, no sentido inverso, ou seja, pessoas com alto nível de inovatividade tendem a não continuar a utilizar a tecnologia. Em suma, o estudo comprovou que o índice de prontidão tecnológica é um antecedente da satisfação e da intenção de continuidade de uso da tecnologia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Márcia Zampieri Grohmann, Universidade Federal de Santa Maria
Professora Associada do Departamento de Ciências Administrativas e do Programa de Pós-Graduação em Administração da Universidade Federal de Santa Maria. Doutora em Engenharia de Produção e Sistemas pela Universidade Federal de Santa Catarina
Daiane Lindner Radons
Aluna do Mestrado em Administração da Universidade Federal de Santa Maria
Luciana Flores Battistella, Universidade Federal de Santa Maria
Professora Adjunta do Departamento de Ciências Administrativas e do Programa de Pós-Graduação em Administração da Universidade Federal de Santa Maria. Doutora em Engenharia de Produção e Sistemas pela Universidade Federal de Santa Catarina
Thaís Pellegrin Anschau, Universidade Federal de Santa Maria
Aluna do Curso de Administração da Universidade Federal de Santa Maria
Publicado
2014-11-06
Como Citar
Grohmann, M., Radons, D., Battistella, L., & Anschau, T. (2014). COMPREENSÃO DA SATISFAÇÃO E INTENÇÃO DE CONTINUIDADE DE USO DA TECNOLOGIA POR MEIO DO ÍNDICE DE PRONTIDÃO TECNOLÓGICA. INMR - Innovation & Management Review, 11(3), 101-124. Recuperado de https://www.revistas.usp.br/rai/article/view/100217
Seção
Artigos