REDES DE INOVAÇÃO ABERTA E COMPARTILHAMENTO DO CONHECIMENTO: APLICAÇÕES EM PEQUENAS EMPRESAS

Autores

  • Paulo Henrique Martins Desidério Universidade Presbiteriana Mackenzie
  • Silvio Popadiuk Universidade Presbiteriana Mackenzie

Palavras-chave:

Redes de Inovação Aberta, Compartilhamento de Conhecimento, pequenas empresas

Resumo

Com essa pesquisa se objetiva mostrar os desafios e caminhos das pequenas empresas para captar inovações por meio de redes de inovação aberta que possibilitam o compartilhamento e transferência de conhecimento tecnológico. A participação de empresas em redes colaborativas mostra a iniciativa de compartilhamento de conhecimento para objetivos de vantagem competitiva. Em pequenos negócios, o processo de inovação não é algo curricular em suas práticas, por dificuldades de manter uma estrutura viável em um ritmo inovativo sustentável. A opção de transferência do conhecimento, na forma tácita ou explícita, possibilita aos pequenos empresários alavancarem oportunidades em negócios e incorporação de conhecimentos somente acessíveis em estruturas de grande porte. Nesse contexto, o trabalho buscou, por meio do estudo de casos múltiplos, identificar os perfis interativos em redes com incubadoras e parceiros para incorporação do conhecimento. Foram identificadas oportunidades geradas para pequenas empresas em ambientes interativos e abertos por meio de absorção tecnológica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paulo Henrique Martins Desidério, Universidade Presbiteriana Mackenzie

Graduado em Administração de Empresas pela Fundação de Ensino Superior de Itumbiara (1997), MBA pela Fundação Getúlio Vargas-FGV (2001), mestre em Administração pela Universidade Federal de Uberlândia-UFU e doutorando em administração de empresas pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Atualmente é professor efetivo da Universidade Federal de Mato Grosso-UFMT. Tem experiência na área de Administração, com ênfase em Administração de Micro e Pequena Empresa e Planejamento Estratégico. Atuou no Grupo Algar por dez anos nas regionais de Itumbiara, Patos de Minas, Pará de Minas e na matriz em Uberlândia como Analista Estratégico de Processos de Telecom. Foi sócio-proprietário da Logocell Telecomunicações e Serviços Ltda, franquia de telecomunicações. Linhas de pesquisas em empreendedorismo, inovação tecnológica, inovação aberta, projetos de negócios, redes globais de inovação, parques tecnológicos e gestão de pequenas empresas.

Silvio Popadiuk, Universidade Presbiteriana Mackenzie

Bolsa Produtividade Modalidade PQ2. Pós-Doutorado na Universidade de Toronto, na Faculty of Information Studies, Canadá (2004). Doutorado (1996) e Mestrado (1992) em Administração de Empresas pela FEA-USP Bacharel em Estatística pelo Instituto de Matemática e Estatística da USP - (IME-USP - 1978) Professor adjunto da Universidade Presbiteriana Mackenzie desde 1993. Componente do programa de Pós Graduação e Administração de Empresas desde 1999. Lidera grupo do CNPq que estuda temas relacionados com a competitividade das empresas, gestão do conhecimento, exploration, exploitation, ambidestria organizacional, inovação, transferência e absorção do conhecimento, rotinas, RBV e dynamic capabilities. Avaliador de periódicos e líder de tema do EnANPAD e EnADI. Publicações em periódicos nacionais e internacionais.

Downloads

Publicado

2015-06-25

Como Citar

Desidério, P. H. M., & Popadiuk, S. (2015). REDES DE INOVAÇÃO ABERTA E COMPARTILHAMENTO DO CONHECIMENTO: APLICAÇÕES EM PEQUENAS EMPRESAS. INMR - Innovation & Management Review, 12(2), 110-129. Recuperado de https://www.revistas.usp.br/rai/article/view/100335

Edição

Seção

Artigos