Como os gigantes aprendem a dançar: o papel mediador do capital empreendedor na relação entre cultura de inovação e desempenho

Autores

  • Ana Sofia Monteiro Instituto de Tecnologia Comportamental – INTEC
  • Patrícia Jardim da Palma Universidade Nova de Lisboa
  • Miguel Pereira Lopes Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas - Universidade Técnica de Lisboa - ISCSP-UTL

Palavras-chave:

Intra-empreendedorismo, Capital Empreendedor, Cultura Organizacional, Desempenho

Resumo

A literatura sugere que o Capital Empreendedor (CE) é uma variável mediadora da relação entre a cultura de inovação e o desempenho. Contudo, apesar de vários modelos teóricos abordarem esta relação, a sua validação empírica está ainda por provar, sendo esse o principal objectivo deste estudo. Utilizando um design correlacional que incluiu 268 participantes de uma empresa de grande dimensão do sector bancário e recorrendo a análises com Modelos de Equações Estruturais, confirmou-se de forma significativa esse modelo de mediação. Tal confirmação traz importantes implicações para o contexto organizacional, salientando a pertinência de considerar um novo paradigma de gestão pela inovação centrada no incremento e culturas inovadoras e do Capital Empreendedor a nível organizacional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Patrícia Jardim da Palma, Universidade Nova de Lisboa

Doutoranda em Psicologia das Organizacões da Universidade Nova de Lisboa, Portugal – UNL

Miguel Pereira Lopes, Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas - Universidade Técnica de Lisboa - ISCSP-UTL

Doutor em Piscologia Aplicada pela Universidade Nova de Lisboa, Portugal – UNL. Professor do Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade Técnica de Lisboa, Portugal – UTL

Downloads

Publicado

2012-12-22

Como Citar

Monteiro, A. S., Palma, P. J. da, & Lopes, M. P. (2012). Como os gigantes aprendem a dançar: o papel mediador do capital empreendedor na relação entre cultura de inovação e desempenho. INMR - Innovation & Management Review, 9(4), 44-67. Recuperado de https://www.revistas.usp.br/rai/article/view/79289

Edição

Seção

Artigos