Dossiê: História, Gênero & Sexualidade

2021-08-14

 

A Revista Angelus Novus (RAN), a publicação dos pós-graduandos em História Econômica & História Social da Universidade de São Paulo (USP) anuncia a abertura do dossiê da edição 17: “História, Gênero & Sexualidade”.

As questões de gênero e sexualidade permeiam o fazer historiográfico, de forma direta ou indireta. Hoje observamos um aumento considerável na produção de trabalhos que têm esses temas como objetos de análise. É notável que tais campos, em sua amplitude, ainda são objeto de disputa para alcançarem centralidade e consolidação no espaço acadêmico. Muitos têm sido os trabalhos publicados recentemente, no campo da pesquisa histórica, nos quais os conceitos de “gênero” e “sexualidade” são discutidos enquanto temas centrais de análise. Ainda assim, os estudos de gênero são uma área ampla e que ainda vem disputando espaço no meio acadêmico, seja como mesas científicas em eventos acadêmicos, como linhas de pesquisa em programas de pós-graduação, ou mesmo como disciplinas nos cursos de graduação e pós.

As discussões partem de múltiplas perspectivas teóricas e ainda se observam lacunas e a necessidade de avanço na difusão na produção de conhecimento sobre os temas, em âmbito universitário, mas também em termos de divulgação científica e formação social. Nesse sentido, este dossiê tem como objetivo reunir trabalhos que tenham como categoria de análise o gênero e a sexualidade, a partir de perspectivas históricas interessadas nas relações sociais que condicionam homens e mulheres a papéis pré-estabelecidos nos seus mais variados contextos.

A RAN receberá trabalhos inéditos, empíricos e teóricos, que articulem referenciais transversais das humanidades, abarcando diferentes períodos e temas como por exemplo: estudos feministas; estudos da mulher e da masculinidade; educação e gênero; mundo e divisão sexual do trabalho; família e relações familiares em seu sentido nuclear e estendido; relações de poder; sexo e sexualidade; análises de trajetórias, produções, biografias e figuras femininas; luta por direitos, participação e contribuições sociais, culturais e no âmbito da esfera política compreendendo a diversidade, as subjetividades, as intersecções teóricas e os marcadores sociais da diferença.

Também serão aceitas resenhas, entrevistas, transcrições e/ou traduções de documentos e intervenções críticas sobre a temática vinculada ao dossiê.

Além do dossiê, a RAN continuará aberta para as submissões de artigos, resenhas, entrevistas, transcrições e/ou traduções de documentos em fluxo contínuo não vinculadas ao dossiê.

 

Prazo final de submissão para o dossiê prorrogado para: 15/09/2021.
Para mais informações sobre as condições e normas de submissão, acessar: «https://www.revistas.usp.br/ran/about/submissions».