A infância como objeto da história

Um balanço historiográfico

Autores

  • Douglas de Araújo Ramos Braga Fundação Oswaldo Cruz

DOI:

https://doi.org/10.11606/ran.v0i10.123935

Palavras-chave:

história, infância, historiografia

Resumo

O presente artigo tem como objetivo traçar um balanço sobre como o tema da infância e da juventude tem sido abordado na historiografia. Tendo em vista a escassez de trabalhos acadêmicos no Brasil de cunho de discussão teórica acerca da história da infância, faremos um panorama neste sentido partindo do livro fundador de Philippe Ariès, História Social da Criança e da Família, publicado inicialmente no início dos anos 1960. A partir desta obra, prosseguiremos com seus críticos, defensores e as diversas novas tendências em relação ao estudo da infância na história que vêm sido desenvolvidas, enfatizando aquelas ligadas à saúde e mortalidade infantil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Douglas de Araújo Ramos Braga, Fundação Oswaldo Cruz

Mestre em História das Ciências e da Saúde pela Casa de Oswaldo Cruz/Fiocruz.

Downloads

Publicado

2016-12-16

Como Citar

Braga, D. de A. R. (2016). A infância como objeto da história: Um balanço historiográfico. Revista Angelus Novus, (10), 15-40. https://doi.org/10.11606/ran.v0i10.123935

Edição

Seção

Dossiê temático: História da Infância e da Juventude