As praças comerciais do Império e a aprovação do Código Comercial Brasileiro na Câmara dos Deputados

Autores

  • Roberto N. P. F. Saba Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.11606/ran.v0i1.88831

Palavras-chave:

Código Comercial, petições, representação política

Resumo

Durante a década de 1840, a Câmara dos Deputados do Império estabeleceu um intenso diálogo com as mais importantes associações comerciais brasileiras. Um dos objetos centrais deste diálogo foi o projeto do Código Comercial, elaborado no ano de 1834 por ilustres negociantes e jurisconsultos. Com a finalidade de racionalizar a atividade comercial no Brasil, adquirindo maiores garantias para os seus negócios, os comerciantes brasileiros fizeram uso do direito de petição, previsto pela Constituição do Império, para influenciar os representantes da nação a aprovarem o Código. Finalmente, em 1850, ele foi aprovado, dando maior estabilidade ao comércio nacional e delegando aos grandes comerciantes a resolução das contendas mercantis.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Roberto N. P. F. Saba, Universidade de São Paulo

Mestrando em História SocialBolsista da FAPESP

Downloads

Publicado

2010-08-24

Como Citar

Saba, R. N. P. F. (2010). As praças comerciais do Império e a aprovação do Código Comercial Brasileiro na Câmara dos Deputados. Revista Angelus Novus, (1), 77-96. https://doi.org/10.11606/ran.v0i1.88831