As mulheres parteiras na Cidade de Goyaz

punições e controles nos diferentes discursos

Autores

  • Mônica Paula Age Universidade Federal de Goiás

DOI:

https://doi.org/10.11606/ran.v0i1.88832

Palavras-chave:

Parteira, medicina, corpo feminino

Resumo

O objetivo deste artigo é analisar a história das mulheres parteiras na Cidade de Goyaz durante o século XIX. Por intermédio de fontes documentais, procurar-se-á desvendar seus valores, suas experiências e conflitos que fizeram parte da história dessas mulheres. A análise busca ainda mostrar que reivindicar a importância das mulheres parteiras na história significa, necessariamente, lutar contra padrões morais conservadores que foram antes estabelecidos. É, portanto, uma mudança significativa no modo de fazer história e não apenas um complemento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mônica Paula Age, Universidade Federal de Goiás

Mestrado em História pela Universidade Federal de Goiás, Doutoranda  (UFG) Departamento de pós-graduação em História - UFG

Downloads

Publicado

2010-08-24

Como Citar

Age, M. P. (2010). As mulheres parteiras na Cidade de Goyaz: punições e controles nos diferentes discursos. Revista Angelus Novus, (1), 97-114. https://doi.org/10.11606/ran.v0i1.88832