Os debates sobre as formas de conter as inundações no Ribeirão do Carmo

Mariana, Minas Gerais (1745-1747)

Autores

  • Tercio Voltani Veloso Universidade Federal de Ouro Preto

DOI:

https://doi.org/10.11606/ran.v0i4.88863

Palavras-chave:

Minas Gerais, Mariana, Câmara Municipal, mineração, enchentes

Resumo

O presente artigo pretende apresentar as obras que foram discutidas no plenário da Câmara de Mariana com o objetivo de controlar as frequentes inundações do Ribeirão do Carmo, que corta a Cidade. Com o assoreamento do leito do Ribeirão, em decorrência dos desmontes praticados pelos serviços minerais em suas margens e morros contíguos, as inundações do ribeirão se transformaram em objeto de debates na Câmara e algumas soluções foram apresentadas. O artigo se propõe a apresentar as obras que foram propostas na Câmara, ainda que nenhuma delas tenha sido levada à cabo, com intuito de observar as formas que os homens pretendiam para solucionar o problema das enchentes no Ribeirão do Carmo; problema esse um tanto quanto ambíguo, pois o assoreamento do ribeirão era fruto exatamente da extração do ouro.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2013-05-27

Como Citar

Veloso, T. V. (2013). Os debates sobre as formas de conter as inundações no Ribeirão do Carmo: Mariana, Minas Gerais (1745-1747). Revista Angelus Novus, (4), 22 - 40. https://doi.org/10.11606/ran.v0i4.88863