Escravidão e capitalismo

notas de leitura do modelo Sistema Colonial nos anos 1970

Autores

  • Artur José Renda Vitorino PUC-Campinas. Programa de Pós Graduação em Educação

DOI:

https://doi.org/10.11606/ran.v0i6.88880

Palavras-chave:

Antigo Sistema Colonial, Escravidão, Capitalismo, Historiografia

Resumo

Por meio do cotejo historiográfico em torno da “formação social” do Brasil no período colonial, será retomado, em linhas gerais, o debate estabelecido, especialmente na década de 1970, sobre a escravidão brasileira e o tema do capitalismo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Artur José Renda Vitorino, PUC-Campinas. Programa de Pós Graduação em Educação

Possui graduação em História pela Universidade Estadual de Campinas (1987), mestrado em História pela Universidade Estadual de Campinas (1995) e doutorado em História pela Universidade Estadual de Campinas (2002). Atualmente é professor do Programa de Pós Graduação em Educação e da Faculdade de História da Pontifícia Universidade Católica de Campinas. Tem experiência na área de História e da Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: História Regional, História Social do Trabalho, Ensino de História da África e da cultura afrobrasileira e Fundamentos da Educação.

Downloads

Publicado

2014-09-12

Como Citar

Vitorino, A. J. R. (2014). Escravidão e capitalismo: notas de leitura do modelo Sistema Colonial nos anos 1970. Revista Angelus Novus, (6), 37-56. https://doi.org/10.11606/ran.v0i6.88880

Edição

Seção

Dossiê temático: Perspectivas sobre o Império Português (séculos XVI-XVIII)