Grau de propriedade de capital nas aquisições de empresas brasileiras por multinacionais: uma resposta estratégica à distância institucional

Autores

  • Manuel Anibal Silva Portugal Ferreira Instituto Politécnico de Leiria, Leiria Universidade Nove de Julho
  • Simone César da Silva Vicente Universidade Nove de Julho
  • Felipe Mendes Borini Universidade de São Paulo
  • Martinho Isnard Ribeiro de Almeida Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.1016/j.rausp.2016.09.001

Palavras-chave:

Ambiente institucional, Distância institucional, Aquisic¸ões internacionais de empresas, Brasil, Estratégia de reduc¸ão de incerteza

Resumo

Este artigo analisa a forma como as empresas multinacionais(EMNs) estrangeirasrespondem à incerteza nas aquisições de empresas em economias emergentes e, especificamente, no Brasil, face às diferençasinstitucionais que separam os países de origem e destino dosinvestimentos. Analisamos como a distância institucional impacta a estratégia das multinacionais estrangeiras na tomada de propriedade parcial ou total do capital nas aquisições no Brasil. Propomos que o grau de propriedade é uma resposta estratégica diante da incerteza de operar em mercados institucionalmente mais distantes. Num estudo baseado em dados secundários de 736 aquisições realizadas entre 2008 e 2012, testamos estatisticamente a relação entre nove dimensões de distância institucional e o grau de propriedade adquirido. Os resultados mostram efeitos diferenciados, mas com evidência significativa que maior distância geográfica conduz à tomada de posse parcial, enquanto maior distância financeira e cultural à tomada de posse total. Este estudo tem duas contribuições: reforça o entendimento dos desafios institucionais de entrar em economias emergentes, e propõe como as estratégias das empresas podem incorporar modos estruturais que minimizam riscos e investimentos em relação as incertezas institucionais

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-03-01

Como Citar

Ferreira, M. A. S. P., Vicente, S. C. da S., Borini, F. M., & Almeida, M. I. R. de. (2017). Grau de propriedade de capital nas aquisições de empresas brasileiras por multinacionais: uma resposta estratégica à distância institucional. Revista De Administração, 52(1), 59–69. https://doi.org/10.1016/j.rausp.2016.09.001

Edição

Seção

Strategy & Business Economics