Automação na indústria metal-mecânica: tendências da organização do trabalho e da produção

Autores

  • Afonso Carlos Correa Fleury Universidade de São Paulo. Escola Politécnica

Palavras-chave:

informatização de empresas, automação de empresas, novas tecnologias, tecnologia e processo de trabalho

Resumo

As novas tecnologias de base microeletrônica tem sido apontadas como o grande determinante das mudanças que atualmente ocorrem nos sistemas de produção. A rápida difusão e aplicação desses equipamentos seria crucial no aumento de produtividade e competitividade, a nível das empresas e dos paises. Este artigo apresenta os resultados de uma pesquisa desenvolvida junto a 61 empresas do setor metal-mecânico, que visou identificar as estratégias de modernização que estão sendo adotadas. Os resultados demonstram que o processo de modernização exige, antes de tudo, que as empresas redefinam os seus modelos organizacionais, que se tornam mais sistêmicos, dinâmicos e flexíveis, para depois incorporar os modemos equipamentos. Estas novas formas de organizar a produção e o trabalho requerem alto nível de capacitação gerencial e tecnológica e significam criar uma grande capacidade interna de aprendizagem para bem enfrentar os tempos incertos e mutáveis que vivemos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

1989-12-21

Como Citar

Fleury, A. C. C. . (1989). Automação na indústria metal-mecânica: tendências da organização do trabalho e da produção. Revista De Administração, 24(3), 39-51. Recuperado de https://www.revistas.usp.br/rausp/article/view/180254

Edição

Seção

Artigos