Caracteres morfo-anatômicos da folha e do caule de Alternanthera brasiliana (L.) O. Kuntze, Amaranthaceae

Autores

  • Márcia do Rocio Duarte Universidade Federal do Paraná; Departamento de Farmácia; Laboratório de Farmacognosia
  • Maria do Carmo Debur Universidade Federal do Paraná; Departamento de Farmácia; Laboratório de Farmacognosia

DOI:

https://doi.org/10.1590/S1516-93322004000100013

Palavras-chave:

Alternanthera brasiliana, Amaranthaceae, Morfo-anatomia, Planta medicinal, Variante cambial

Resumo

Alternanthera brasiliana (L.) O. Kuntze, Amaranthaceae, é herbácea perene de origem brasileira, empregada como analgésico e antiinflamatório na medicina tradicional. Este trabalho analisou a morfo-anatomia de folha e caule, a fim de fornecer subsídios à identificação da planta medicinal. O material foi fixado, seccionado à mão livre e corado de acordo com técnicas usuais. As folhas são simples, inteiras, decussadas, oval-lanceoladas e púrpuras, e apresentam epiderme unisseriada, tricomas tectores pluricelulares revestidos por cutícula papilosa, estômatos anomocíticos e diacíticos em ambas as faces; o mesofilo é dorsiventral, com feixes vasculares colaterais e drusas. O caule, em estrutura secundária, tem o sistema de revestimento similar ao da folha; o colênquima é angular em alternância com o clorênquima, ocorrem drusas e uma organização cambial variante, consistindo de arcos cambiais extranumerários concêntricos ao primeiro câmbio vascular e feixes vasculares dispostos linearmente na medula.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2004-03-01

Como Citar

Duarte, M. do R., & Debur, M. do C. (2004). Caracteres morfo-anatômicos da folha e do caule de Alternanthera brasiliana (L.) O. Kuntze, Amaranthaceae. Revista Brasileira De Ciências Farmacêuticas, 40(1), 85-92. https://doi.org/10.1590/S1516-93322004000100013

Edição

Seção

Trabalhos Originais