A hegemonia europeia no Comitê Olímpico Internacional

  • Sérgio Settani Giglio Universidade Estadual de Campinas. Faculdade de Educação Física
  • Katia Rubio Universidade de São Paulo. Escola de Educação Física e Esporte
Palavras-chave: Movimento olímpico, Presidentes, Biografi as, Jogos olímpicos.

Resumo

Ao longo de mais de um século de existência o Comitê Olímpico Internacional (COI) teve apenas nove presidentes em sua história. Embora o fundador do COI, o barão Pierre de Coubertin, tenha procurado internacionalizar a entidade o Movimento Olímpico historicamente apresentou um predomínio europeu na gestão do esporte olímpico. A proposta desse artigo é fazer uma análise comparativa das biografi as ofi ciais dos presidentes do COI disponibilizadas no site da instituição com os documentos ofi ciais do COI (o Boletim Olímpico e o site ofi cial) e os jornais de época (Folha da Manhã, Folha de S. Paulo e O Estado de S. Paulo). Por meio da análise dessas diferentes fontes identifi camos críticas da gestão de cada presidente para além das imagens construídas pelo discurso ofi cial.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2017-12-19
Como Citar
Giglio, S., & Rubio, K. (2017). A hegemonia europeia no Comitê Olímpico Internacional. Revista Brasileira De Educação Física E Esporte, 31(1), 291-305. https://doi.org/10.11606/1807-5509201700010291
Seção
naodefinida