A educação física articulada ao currículo transdisciplinar:

limites e possibilidades

Autores

  • Álvaro José Caselli Universidade de São Paulo. Escola de Educação Física e Esporte
  • Osvaldo Luiz Ferraz Universidade de São Paulo. Escola de Educação Física e Esporte

DOI:

https://doi.org/10.11606/1807-5509201700030583

Palavras-chave:

Organização Curricular; Currículo Integrado; Transdisciplinaridade; Interdisciplinaridade.

Resumo

Este estudo de caso analisou a articulação da disciplina educação física a um currículo organizado por temas transdisciplinares, a partir do pressuposto de que as limitações da organização linear disciplinar não atendem às necessidades de uma escola imersa numa sociedade onde cada vez mais os aspectos econômicos, culturais, políticos, ambientais e científicos se mostram interdependentes. A revisão de literatura discutiu o desenvolvimento dos paradigmas da ciência e da indústria, conceitos de disciplina, currículo integrado, transdisciplinaridade e exemplos de currículo integrado e métodos globalizados. As entrevistas semiestruturadas e a observação participante revelaram dificuldades na compreensão dos conceitos essenciais, na elaboração de conexões entre o conteúdo disciplinar e unidades de investigação e na articulação do planejamento com questões que emergem do cotidiano. Foram identificados avanços, como o pensamento linear disciplinar dos professores dando lugar a uma visão integrada de educação e o modelo diretivo de ensino tornou-se mais construtivo e reflexivo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Álvaro José Caselli, Universidade de São Paulo. Escola de Educação Física e Esporte

Colégio Internacional St. Francis

Downloads

Publicado

2017-12-22

Como Citar

Caselli, Álvaro J., & Ferraz, O. L. (2017). A educação física articulada ao currículo transdisciplinar:: limites e possibilidades. Revista Brasileira De Educação Física E Esporte, 31(3), 583-600. https://doi.org/10.11606/1807-5509201700030583

Edição

Seção

Artigos