Efeito do exercício agudo de curta duração em leucócitos circulantes e linfócitos teciduais de ratos

  • Rodrigo Dias Universidade Metodista de Piracicaba; Faculdade de Ciências da Saúde
  • Anelena Bueno Frollini Universidade Metodista de Piracicaba; Faculdade de Ciências da Saúde
  • Jonato Prestes Universidade Federal de São Carlos; Laboratório de Fisiologia do Exercício
  • Clílton Kraüss de Oliveira Ferreira Universidade Metodista de Piracicaba; Faculdade de Ciências da Saúde
  • Felipe Fedrizzi Donatto Universidade Metodista de Piracicaba; Faculdade de Ciências da Saúde
  • Rozangela Verlengia Universidade Metodista de Piracicaba; Faculdade de Ciências da Saúde
  • Adrianne Christine Palanch Universidade Metodista de Piracicaba; Faculdade de Ciências da Saúde
  • Cláudia Regina Cavaglieri Universidade Metodista de Piracicaba; Faculdade de Ciências da Saúde
Palavras-chave: Exercício físico agudo, Sistema imunológico adquirido, Linfócitos circulantes, Linfócitos teciduais, Redistribuição celular, Resposta proliferativa

Resumo

Sessões agudas promovem respostas no sistema imunológico, podendo acarretar desistência, não continuidade ou queda no desempenho nos programas de exercícios, pela aumentada susceptibilidade às infecções das vias aéreas superiores (IVASs). Considerando que os linfócitos desempenham funções no combate às infecções e que indivíduos sedentários com baixo nível de aptidão física, devam iniciar programas de treinamento com baixo volume e intensidade, o estudo teve como objetivo avaliar a contagem de leucócitos e linfócitos circulantes e dos linfócitos teciduais mesentéricos, bem como a capacidade proliferativa dos linfócitos teciduais em ratos machos "Wistar" submetidos a sessões agudas de cinco e 15 minutos nas intensidades leve e moderada. Os resultados mostram leucocitose e linfocitose nos grupos cinco e 15 minutos em ambas as intensidades, aumentada contagem de linfócitos teciduais nos grupos cinco minutos leve bem como cinco e 15 minutos moderado, de forma geral, nenhuma alteração na resposta proliferativa celular T, porém com diminuição na resposta celular B nos grupos cinco e 15 minutos leve e cinco minutos moderado. A relevância e o significado clínico dessas alterações precisam ser mais bem esclarecidos para o melhor entendimento da complexa tríade: exercício físico, respostas imunológicas e susceptibilidade a infecções, após sessões submáximas de curta duração.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2007-09-01
Como Citar
Dias, R., Frollini, A., Prestes, J., Ferreira, C., Donatto, F., Verlengia, R., Palanch, A., & Cavaglieri, C. (2007). Efeito do exercício agudo de curta duração em leucócitos circulantes e linfócitos teciduais de ratos . Revista Brasileira De Educação Física E Esporte, 21(3), 229-243. https://doi.org/10.1590/S1807-55092007000300007
Seção
naodefinida