O papel da Olimpíada Escolar na formação de atletas brasileiros

Autores

  • André Almeida Cunha Arantes Departamento de Educação Física, Centro Universitário de Brasília, Brasília, DF, Brasil
  • Francisco Martins Universidade Federal da Paraíba, Joao Pessoa, PB, Brasil
  • Pedro Sarmento Faculdade de Desporto, Universidade do Porto, Porto, Portugal
  • Gislane Ferreira de Melo Universidade Católica de Brasília, Brasília, DF, Brasil

DOI:

https://doi.org/10.11606/1807-5509201800030475

Palavras-chave:

Competições escolares, Esporte escolar, Talentos esportivos

Resumo

O objetivo deste estudo foi analisar o papel da Olimpíada Escolar (OE) no processo de descoberta e desenvolvimento de talentos esportivos no cenário esportivo nacional. A amostra foi constituída pelos atletas escolares medalhistas do sexo masculino e feminino, em seis modalidades, faixa etária de 12 a 14 anos entre os anos 2005 e 2010. Criaram-se critérios de seleção que possibilitaram a aferição do nível técnico da amostra. Confrontando a amostra com os critérios propostos, chegou-se à identificação de 46,3% talentos esportivos no período estudado. A pesquisa identificou que de 2005 a 2010 existiu um aumento significativo de 53,7% na taxa de identificação dos talentos esportivos. Em relação ao percentual de identificação por sexo, o feminino foi maior do que o masculino. Em função da crescente identificação de talentos, pode-se concluir que a Olimpíada Escolar tem cumprido papel relevante no processo de descoberta e desenvolvimento de talentos esportivos no Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-09-10

Como Citar

Arantes, A. A. C., Martins, F., Sarmento, P., & Melo, G. F. de. (2018). O papel da Olimpíada Escolar na formação de atletas brasileiros. Revista Brasileira De Educação Física E Esporte, 32(3), 475-481. https://doi.org/10.11606/1807-5509201800030475

Edição

Seção

Artigos