Validação de construto e consistência interna do IMPRAFE-54 em atletas de basquetebol infantojuvenis

Autores

  • Ricardo Pedrozo Saldanha Centro Universitário La Salle, Canoas, RS, Brasil
  • Gabriel Henrique Treter Gonçalves Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS, Brasil
  • Marcus Levi Lopes Barbosa Universidade Feevale, Novo Hamburgo, RS, Brasil
  • Nígia Ramalho Arsego Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS, Brasil
  • Marcos Alencar Abaide Balbinotti Université du Québec à Trois-Rivières, Trois-Revières, Québec, Canada
  • Carlos Adelar Abaide Balbinotti Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS, Brasil

DOI:

https://doi.org/10.11606/1807-5509201900030467

Palavras-chave:

Motivos, Psicometria, Validação, Esporte

Resumo

O presente estudo teve por objetivo apresentar novas evidências de validade e precisão do Inventário de Motivos à Prática Regular de Atividades Físicas e/ou Esportivas (IMPRAFE-54) com atletas de basquetebol infanto-juvenis. Participaram do estudo 438 jovens atletas de basquetebol de ambos os sexos, com idades entre 13 e 16 anos, vinculados a instituições esportivas. Foram respondidos dois instrumentos: o Questionário de Identificação e Controle de Variável (QICV) e o Inventário de Motivos à Prática Regular de Atividades Físicas e/ou Esportivas (IMPRAFE-54). Foi realizada uma estimação da estrutura interna do construto segundo os dados disponíveis a título de verificação prévia do modelo segundo os pressupostos teóricos, a qual confirmou o modelo hexadimensional. As seis dimensões apresentaram índices Alpha de Cronbach superiores a 0,86, tratando-se, portanto, de um inventário válido e fidedigno. Para testar se o modelo exploratório se confirma foi calculada a análise fatorial confirmatória ULS (Unweighted Least Squares) e seus resultados (x2 = 4723,807; gl = 1362; p < 0,001; x2/gl = 3,468; GFI = 0,970; AGFI = 0,967; SRMR = 0,0574; NFI = 0,962) se mostraram aceitáveis. Este estudo, portanto, indica que o IMPRAFE-54 é aplicável a uma população específica, no caso jovens atletas de basquetebol participantes de competições institucionalizadas. Estes resultados podem ser particularmente úteis para treinadores e psicólogos do esporte, visto que a partir da análise dos motivos que levam estes indivíduos à prática do basquete, podem planejar de forma mais adequada seus treinamentos e intervenções.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2019-06-01

Como Citar

Saldanha, R. P., Gonçalves, G. H. T., Barbosa, M. L. L., Arsego, N. R., Balbinotti, M. A. A., & Balbinotti, C. A. A. (2019). Validação de construto e consistência interna do IMPRAFE-54 em atletas de basquetebol infantojuvenis. Revista Brasileira De Educação Física E Esporte, 33(3), 467-478. https://doi.org/10.11606/1807-5509201900030467

Edição

Seção

Artigos