Escala de avaliação da qualidade de vida por meio da Teoria da Resposta ao Item

Autores

  • Wagner Luiz Testa Universidade Federal da Santa Catarina, Florianóplis, SC, Brasil
  • Pablo Magno da Silveira Universidade Federal da Santa Catarina, Florianóplis, SC, Brasil
  • Adriano Ferreti Borgatto Universidade Federal da Santa Catarina, Florianóplis, SC, Brasil
  • Aline Rodrigues Barbosa Universidade Federal da Santa Catarina, Florianóplis, SC, Brasil

DOI:

https://doi.org/10.11606/1807-5509201900040495

Palavras-chave:

Avaliação de Programas e Instrumentos de Pesquisa, Professores, Modelo ordinal

Resumo

O objetivo deste estudo foi criar uma escala para medir a qualidade de vida (QV) por meio da Teoria da Resposta ao Item (TRI). Para isso, foram coletados dados de 940 profissionais de Educação Física (PEF) registrados no Conselho Regional de Educação Física de Santa Catarina (CREF3-SC) em 2012, por meio do questionário WHOQOL-Bref. Para o tratamento dos dados, foi utilizado os recursos da TRI, com base no modelo de resposta gradual (MRG). Os resultados possibilitaram a criação de uma escala com 26 itens, com quatro categorias ordinais, em cinco níveis da escala. Na amostra dos PEF, os itens mais comuns na QV foram aqueles associados à dor física, à necessidade de tratamento médico e à capacidade de locomoção. Os itens mais incomuns foram aqueles associados às questões do ambiente físico, acesso aos serviços de saúde e questão financeira.  O WHOQOL-Bref e o MRG mostraram-se adequados e forneceram recursos necessários à construção da escala de qualidade de vida.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2019-06-02

Como Citar

Testa, W. L., Silveira, P. M. da, Borgatto, A. F., & Barbosa, A. R. (2019). Escala de avaliação da qualidade de vida por meio da Teoria da Resposta ao Item. Revista Brasileira De Educação Física E Esporte, 33(4), 495-504. https://doi.org/10.11606/1807-5509201900040495

Edição

Seção

Artigos