O judô adaptado como ferramenta para a reabilitação do equilíbrio de crianças com deficiência visual

Autores

  • Ana Carolina Pereira Nunes Pinto Universidade Federal do Amapá, Macapá, AP, Brasil.
  • Josiane de Oliveira Lima Universidade da Amazônia, Belém, PA, Brasil.
  • Fernanda Gabriella de Siqueira Barros Nogueira Universidade Federal do Amapá, Macapá, AP, Brasil.
  • Said Kalume Kalif Universidade da Amazônia, Belém, PA, Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1981-4690.v35i2p187-194

Palavras-chave:

Pessoas com defi ciência visual, Equilíbrio postural, Artes marciais, Esportes

Resumo

Crianças com deficiência visual podem apresentar atrasos no desenvolvimento do equilíbrio. O Judô é um esporte adaptado aos deficientes visuais, porém, pouco se sabe sobre seus efeitos em crianças com deficiência visual. O objetivo deste estudo foi verificar se o judô pode melhorar o equilíbrio de crianças com deficiência visual. Neste estudo, nove crianças com deficiência visual, com idade entre 6 e 12 anos, que nunca haviam praticado judô, participaram de um protocolo de treinamento deste esporte durante 8 semanas. Para avaliação do equilíbrio, aplicamos a Escala de Equilíbrio de Berg (EEB), o Teste de Alcance Funcional (TAF) e a Estabilometria, analisando as oscilações dos pés esquerdo e direito e do corpo. Para rejeição da hipótese nula foi previamente fixado o nível alfa= 0.05. Registramos diferença estatisticamente significativa para a EEB (p-valor = 0,0069*) entre as avaliações antes (42,2+8,7) e após (54,1+2,4) o treinamento. Também encontramos diferença entre os valores anteriores (11,6±6,5cm) e posteriores (25,6±7,6 cm) ao treinamento para o TAF (p-valor <0,001), para as oscilações do pé esquerdo (0,9±0.6cm – 0,4±0,2cm) (p-valor 0,031), pé direito (1,5+1,5 – 0,8+0,6). (p-valor 0,038) e do corpo (2,8±1,1cm – 1,6±0,7 cm). (p-valor 0,015). A prática do judô pode ser uma ferramenta importante na estratégia de reabilitação do equilíbrio de crianças com deficiência visual.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Pascolini D, Mariotti, SP. Global estimates of visual impairment: 2010. Br J Ophthalmol. 2012; 96(5):614-618.

Almeida TS, Araújo FV. Diferenças experienciais entre pessoas com cegueira congênita e adquirida: uma breve apreciação. Rev Interfaces Saúde HumTecnol. 2013;1(3).

França-Freitas MLP, Gil MSC. O desenvolvimento de crianças cegas e de crianças videntes. Rev Bras Educ Espec. 2012;18(3).

Maggi AB, Souza VR, Sinésio T, Machado DS, Vieira MM. A influência da visão no equilíbrio de crianças deficientes visuais congênitas e com visão normal. EFDeportes Revi Digital. 2011;154.

Matos MR, Matos CPG, Oliveira CS. Equilíbrio estático da criança com baixa visão por meio de parâmetros estabilométricos. Fisioter Mov. 2010;23(3):361-9.

Mesquita LS, Carvalho FT, Freire LS, Pinto Neto O, Zângaro RA. Effects of two exercise protocols on postural balance of elderly women: a randomized controlled trial. BMC Geriatrics. 2015;15(61).

Vieira AAU, Aprile MR, Paulino CA. Exercício físico, envelhecimento e quedas em idosos: revisão narrativa. Rev Equilíbrio Corp Saúde. 2014;6(1),23-31.

International Blind Sports Federation. Judô: General Information. Disponível em: http://www.ibsasport.org. Acesso em: 10 nov 2016.

Mendes MM. Lutas e Artes Marciais. Licenciatura em Educação Física a Distância. Belo Horizonte: Universidade FUMEC, 2009.

Lopes MCB, Kitadai SPS, Okai LA. Avaliação e tratamento fisioterapêutico das alterações motoras presentes em crianças deficientes visuais. Rev Bras Oftalmol. 2004;63(3):155-161.

Perrin P, Deviterme D, Hegel F, Perrot C. Judô, better than dance, develops sensoriomotor adaptabilities involved in balance control. Gait Posture. 2002;15:187-194.

Jankowicz-Szymanska A, Mikolajczyk E, Wardzala R. Arch of the foot and postural balance in young judokas and peers. J Pediatric Orthopaedics B. 2015;24:456-460.

Downloads

Publicado

2021-07-15

Como Citar

Pinto, A. C. P. N. ., Lima, J. de O. ., Nogueira, F. G. de S. B. ., & Kalif, S. K. . (2021). O judô adaptado como ferramenta para a reabilitação do equilíbrio de crianças com deficiência visual. Revista Brasileira De Educação Física E Esporte, 35(2), 187-194. https://doi.org/10.11606/issn.1981-4690.v35i2p187-194

Edição

Seção

Artigos