Rede de atores da Educação Física no Rio Grande do Sul: o caso do professor Frederico Guilherme Gaelzer

Autores

  • Paulo Renato Vicari Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS, Brasil.
  • Vanessa Bellani Lyra Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS, Brasil. Universidade de Caxias do Sul, Caxias do Sul, RS, Brasil.
  • Janice Mazo Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS, Brasil. Universidade do Porto, Porto, Portugal.

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1981-4690.v35i2p293-303

Palavras-chave:

História da Educação Física, Escola, Formação de professoras

Resumo

Os estudos sobre o professor Frederico Guilherme Gaelzer destacaram, sobretudo, sua atuação na recreação pública, em Porto Alegre. Tais pesquisas, ao lançarem luzes sobre sua participação em alguns setores educacionais, pouco aludem sobre seu empenho no desenvolvimento da Educação Física nas escolas. Em razão disso, a presente pesquisa trata de investigar como ocorreu a atuação do professor Frederico Guilherme Gaelzer no cenário da Educação Física escolar sul-rio-grandense. Para fins deste estudo histórico-documental, além da revisão bibliográfica sobre o tema procedeu-se a análise de documentos. As fontes analisadas revelaram que Gaelzer sensibilizou o poder público de Porto Alegre sobre a importância da recreação e do esporte para os jovens, coordenando ações voltadas a oferta de práticas esportivas e competições no ambiente escolar e não-escolar, como as praças de Porto Alegre. Quanto a sua contribuição à Educação Física no Estado, podemos destacar a participação na organização dos primeiros Cursos Intensivos, os quais visavam a formação das professoras normalistas. Também foi professor da primeira instituição de ensino superior do Rio Grande do Sul voltada à formação de professoras (es) de Educação Física: a Escola Superior de Educação Física (ESEF).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Vicari PR. Frederico Guilherme Gaelzer: protagonista da Educação Física do Rio Grande do Sul [trabalho de conclusão de curso]. Porto Alegre (RS): Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Escola de Educação Física, 2013.

Feix E. Lazer e cidade na Porto Alegre do início do Século XX: a institucionalização da recreação pública [dissertação]. Porto Alegre (RS): Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Escola de Educação Física, 2003.

Cunha ML. As práticas corporais e esportivas nas praças e parques públicos da cidade de Porto Alegre (1920-1940) [dissertação]. Porto Alegre (RS): Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Escola de Educação Física, 2012.

Werneck C. Lazer e Estilo de Vida. Recreação, lazer e estilo de vida no Rio Grande do Sul: refletindo sobre algumas ações desenvolvidas na capital gaúcha no período 1926-1978. In: Burgos M, Pinto L, organizadores. Santa Cruz do Sul: EDUNISC, 2002. Capítulo 5. p. 88-102.

Mazo JZ, Frosi, TO, Silva CF. A Associação Cristã de Moços e a propagação dos esportes em Porto Alegre. Kinesis Santa Maria. 2012;30:158-173.

Lüdke M, André, M. A Pesquisa em educação: abordagem qualitativa. São Paulo: EDU, 1986.

Bacellar C. Uso e mau uso dos arquivos. In: Pinsky CB, organizador. Fontes Históricas. São Paulo: Contexto, 2010.

Coleção das Leis e Resoluções da Província, 1ª Sessão da 17ª Legislatura, Tomo 30. Porto Alegre: Tipografia do Jornal do Comércio, 1877. p. 32-33.

Lyra V, Mazo J. A Escola Superior de Educação Física e o campo da formação de professores do estado sul-rio-grandense: as origens da formação especializada (1869-1929). Rev Movimento. 2010;16:53-75.

Decreto n. 4131, de 31 de agosto de 1928. Porto Alegre: Arquivo Histórico do Rio Grande do Sul [s.n.], 1928. p.

-143.

Decreto n. 4258 de 21 de janeiro 1929. Porto Alegre: Arquivo Histórico do Rio Grande do Sul [s.n.], 1929. p. 46-52.

Leis, Decretos e Atos do Governo do Estado -1920. Porto Alegre: Oficinas Gráficas A Federação, 1930. p. 153-154.

Gaelzer FG. Correspondência enviada ao Diretor da Instituição Pública do Estado. Porto Alegre, 17 de outubro de 1929.

Werle FO. O nacional e o local: ingerência e permeabilidade na educação brasileira. Bragança Paulista: Edusf, 2005.

Gaelzer FG. Correspondência enviada ao Diretor da Instituição Pública do Estado. Porto Alegre, 28 de março de 1930.

Lyra VB. A Criação da Escola Superior de Educação Física do Rio Grande do Sul: Formação de Professoras(es) para a Construção do Campo (1940-1970) [tese]. Porto Alegre (RS): Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Escola de Educação Física, 2013.

Cursos de Educação Física. Diário de Notícias. Porto Alegre, 16 de fevereiro de 1936.

Melo V. Escola Nacional de Educação Física e Desportos: uma possível história [dissertação]. Campinas (SP): Universidade Estadual de Campinas, 1996.

Marinho IP. História da Educação Física e dos Desportos no Brasil: Brasil colônia, império e república. Rio de Janeiro: Revista dos Tribunais, 1952.

Piccoli JCJ. A Educação Física na escola pública do Rio Grande do Sul: antecedentes históricos (1857-1984). Pelotas: UFPel, 1994.

Relatório do General Osvaldo Cordeiro de Farias, Interventor Federal do Rio Grande do Sul, ao Presidente do Estado, Getúlio Dornelles Vargas, durante o período de 1938-1943. Porto Alegre: Oficinas Gráficas da Imprensa Oficial, 1943.

Gutierrez W. Diagnóstico das Escolas de Educação Física do Estado do Rio Grande do Sul [dissertação]. Porto Alegre (RS): Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Escola de Educação Física, 1976.

Licht HFB. Subsídios históricos. Porto Alegre, 2005. p. 1. Disponível em: file:///C:/Users/User/Downloads/aeefd.pdf.

A Educação Physica: a creação de um curso intensivo. Porto Alegre: Correio do povo, 1929. p. 20-21.

Guedes C. ‘Changing the cultural landscape’: English engineers, American missionaries, and the YMCA bring sports to Brazil - the 1870s to the 1930s. Intern J Hist Sport. 2011;28(17):2594-2608.

Dogliotti P. Acerca de la “Cultura Física” en la revista Uruguay-Sport: Archivos de la CNEF, Uruguay (1918-1926). Rev Bras Ciênc Esporte. 2014;36:608-616.

Santos A. A Estética Estadonovista: um estudo acerca das principais comemorações oficiais sob o prisma do CineJornal Brasileiro [dissertação]. São Paulo (SP): Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas Campinas, 2004.

A Educação Physica no Rio Grande do Sul. Rev Educ Phys. 1937;11:59-61.

Downloads

Publicado

2021-07-15

Como Citar

Vicari, P. R. ., Lyra, V. B. ., & Mazo, J. . (2021). Rede de atores da Educação Física no Rio Grande do Sul: o caso do professor Frederico Guilherme Gaelzer. Revista Brasileira De Educação Física E Esporte, 35(2), 293-303. https://doi.org/10.11606/issn.1981-4690.v35i2p293-303

Edição

Seção

Artigos