Saúde e Bem-estar na Obesidade: Paradoxo ou Possibilidade?

  • Mariana Dimitrov Ulian Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública, São Paulo
  • Fernanda Baeza Scagliusi Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública, São Paulo
  • Priscila de Morais Sato Universidade Federal de São Paulo. Instituto de Saúde e Sociedade, São Paulo
  • Bruno Modesto Universidade de São Paulo. Escola de Educação Física e Esporte, São Paulo
  • Fabiana Benatti Universidade de São Paulo. Escola de Educação Física e Esporte, São Paulo
  • Bruno Gualano Universidade de São Paulo. Escola de Educação Física e Esporte, São Paulo
  • Odilon Roble Universidade de Campinas. Faculdade de Educação Física, São Paulo
  • Ramiro Fernandez Unsain Universidad Nacional de Buenos Aires. Facultad de Filosofía y Letras, Buenos Aires
Palavras-chave: Sobrepeso, Exercício, Nutrição, Filosofia, Qualidade de Vida

Resumo

O presente artigo relata, brevemente, a história de um curso comunitário destinado a oferecer intervenções não farmacológicas a mulheres com excesso de peso. Ênfase é dada ao formato atual do curso, que conta com equipe multidisciplinar na área de Saúde apta a oferecer suporte amplo à mulher obesa que encontra dificuldade para se enquadrar o padrão de beleza requerido pela sociedade. Em nosso curso, propomos um programa centrado na saúde e na qualidade de vida do indivíduo obeso, sem foco na perda de peso, de acordo com os princípios da filosofia “Health at Every Size”. Os resultados qualitativos preliminares indicam que tal abordagem é promissora, oferecendo aos profissionais de saúde uma alternativa à proposta vigente de "perda de peso a qualquer custo". Os avanços no ensino, na pesquisa e na extensão associados ao curso também são discutidos ao longo do artigo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mariana Dimitrov Ulian, Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública, São Paulo

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Nutrição em Saúde Pública da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (FSP-USP)

Fernanda Baeza Scagliusi, Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública, São Paulo

Professora do Departamento de Nutrição da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (FSP-USP)

Priscila de Morais Sato, Universidade Federal de São Paulo. Instituto de Saúde e Sociedade, São Paulo

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências da Saúde da Universidade Federal de São Paulo, campus Baixada Santista

Bruno Modesto, Universidade de São Paulo. Escola de Educação Física e Esporte, São Paulo

Mestrando da Escola de Educação Física e Esporte da Universidade de São Paulo (EEFE-USP)

Fabiana Benatti, Universidade de São Paulo. Escola de Educação Física e Esporte, São Paulo

Doutora pela Escola de Educação Física e Esporte da Universidade de São Paulo (EEFE-USP) e pós-doutoranda da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FM-USP)

Bruno Gualano, Universidade de São Paulo. Escola de Educação Física e Esporte, São Paulo

Professor do Departamento de Biodinâmica da Escola de Educação Física e Esporte da Universidade de São Paulo (EEFE-USP)

Odilon Roble, Universidade de Campinas. Faculdade de Educação Física, São Paulo

Professor do Departamento de Educação Física e Humanidades da Faculdade de Educação Física da Universidade Estadual de Campinas

Ramiro Fernandez Unsain, Universidad Nacional de Buenos Aires. Facultad de Filosofía y Letras, Buenos Aires

Professor da Facultad de Filosofía y Letras da Universidad Nacional de Buenos Aires

Publicado
2015-11-30
Como Citar
Ulian, M., Scagliusi, F., Sato, P., Modesto, B., Benatti, F., Gualano, B., Roble, O., & Unsain, R. (2015). Saúde e Bem-estar na Obesidade: Paradoxo ou Possibilidade?. Revista De Cultura E Extensão USP, 14, 123-131. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9060.v14i0p123-131
Seção
Artigos