Corpo, educação e cultura com jovens em formação. Aprendendo a aprender e as experiências do Núcleo de Artes afrobrasileiras da USP

  • Eliany Cristina Ortiz Funari Universidade de São Paulo. Núcleo de Artes Afro-brasileiras
  • Luiz Antônio Nascimento Cardoso Universidade de São Paulo. Núcleo de Artes Afro-brasileiras
  • Thiago Marcelo Mendes Universidade de São Paulo. Núcleo de Artes Afro-brasileiras
Palavras-chave: Núcleo de Artes Afro-Brasileiras. Cultura Negra. Educação. Jovens.

Resumo

Apresentamos no texto a seguir um emaranhado de provocações gingadas e malandreadas que nascem da vivência e saberes populares do Contramestre Pinguim , colocados aqui como pontos de reflexão para pensarmos a cultura como mediadora de políticas para a educação escolar. Partimos de um panorama de apropriação juvenil do “fazer cultura” na cidade por meio de movimentos artístico-culturais autônomos e não institucionalizados que ganham força nas duas últimas décadas, sendo muitos deles nas periferias, onde é crítico o índice de mortalidade de jovens negros por violência. Passamos em seguida a apresentar o Núcleo de Artes Afro-brasileiras da USP como uma ocupação artístico-cultural, logo, de reverberações políticas, na Universidade de São Paulo desde 1997. Abordamos sua concepção extensionista e mostramos algumas de suas ações, não para apresentá-las como modelos fechados, mas como propostas educativas em constante construção que podem contribuir com o debate “Educação e universidade sob a ótica da cultura e extensão" proposto pela Pró-reitoria de Cultura e Extensão Universitária (PRCEU USP), na esperança de que a discussão possa se transformar em futuras políticas afirmativas universitárias de interação com a comunidade escolar. Dentre essas experiências destacamos também um relato sobre a passagem de pesquisadores na condição de arte-educadores na antiga Fundação Para o Bem Estar do Menor do Estado de São Paulo (FEBEM), atual Fundação Casa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eliany Cristina Ortiz Funari, Universidade de São Paulo. Núcleo de Artes Afro-brasileiras
pesquisadora do Núcleo de Artes Afro-brasileiras da Universidade de São Paulo, mestre acadêmica em Estética e História da Arte
Luiz Antônio Nascimento Cardoso, Universidade de São Paulo. Núcleo de Artes Afro-brasileiras
diretor artístico do Núcleo de Artes Afro-brasileiras da USP, mestre da cultura popular e contramestre de capoeira angola.
Thiago Marcelo Mendes, Universidade de São Paulo. Núcleo de Artes Afro-brasileiras
pesquisador do Núcleo de Artes Afro-brasileiras da Universidade de São Paulo, mestre acadêmico em Filosofia.
Publicado
2017-05-28
Como Citar
Funari, E., Cardoso, L. A., & Mendes, T. (2017). Corpo, educação e cultura com jovens em formação. Aprendendo a aprender e as experiências do Núcleo de Artes afrobrasileiras da USP. Revista De Cultura E Extensão USP, 17(supl.), 83-98. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9060.v17isupl.p83-98
Seção
Artigos