Educação, ciência e extensão: a necessária promoção

  • Martha Marandino Universidade de São Paulo. Faculdade de Educação
Palavras-chave: painéis de partículas, resíduos de poda de árvores urbanas, avaliação de desempenho.

Resumo

As atividades de extensão são cruciais na universidade e a indissociabilidade entre pesquisa, ensino e extensão possui muitos desafios para sua realização. Tendo-a como um horizonte, várias iniciativas vêm sendo propostas por nós nessa direção, com base em nosso trabalho nos campos da educação não formal e da divulgação da ciência. Este texto apresenta e realiza uma reflexão sobre algumas das ações feitas pelo Grupo de Estudo e Pesquisa em Educação Não Formal e Divulgação da Ciência – GEENF, da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo, revelando a intricada relação entre pesquisa, ensino e extensão na Universidade. Ao final, são apontadas as potencialidades e os desafios no desenvolvimento dessas iniciativas, referentes à carência de financiamentos para a área de extensão, a transposição didática do conhecimento com finalidade de socializa-ção, a mobilização e envolvimento dos diferentes públicos na produção e divulgação da ciência e a necessidade de desenvolver mecanismos de avaliação das ações de divulgação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Martha Marandino, Universidade de São Paulo. Faculdade de Educação
Professora associada da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (FEUSP) e coordenadora do Grupo de Estudo e Pesquisa em Educação Não Formal e Divulgação em Ciências (GEENF).
Publicado
2013-05-31
Como Citar
Marandino, M. (2013). Educação, ciência e extensão: a necessária promoção. Revista De Cultura E Extensão USP, 9, 89-100. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9060.v9i0p89-100
Edição
Seção
Artigos