Darwin na Escola: Relato de Uma Experiência de Divulgação Científica

  • Graciela da Silva Oliveira Universidade de São Paulo. Faculdade de Educação
Palavras-chave: Cultura Científica. Divulgação. Educação Científica. Evolução Biológica.

Resumo

O objetivo deste artigo é relatar as experiências de um projeto de extensão que buscou estimular o interesse de estudantes do ensino médio pela teoria da evolução biológica, popularizando os conceitos-chave das ideias promulgadas por Charles Darwin (1859). As ações do projeto foram: (1) conhecer, por meio da aplicação de questionários, a percepção que estudantes do ensino médio e seus professores de Biologia apresentam sobre ciência e a teoria da evolução biológica; (2) promover mostras científicas por meio da oferta de oficinas e minicursos nas escolas públicas. Os resultados indicam que as percepções dos estudantes e professores do Ensino Básico, em relação à ciência e à teoria da evolução biológica, são otimistas e positivas, e as crenças pessoais não parecem influenciar em seus posicionamentos sobre o tema. O estudo das percepções de estudantes e professores forneceu subsídios na definição de “o que, para quem e como comunicar” temas científicos no espaço escolar. Assim, seguiu-se a segunda etapa deste projeto – a elaboração e execução de oficinas para estudantes do ensino básico – que resultou em novas oportunidades, para os envolvidos, de reconstruir a relação e atribuir valores a ciência.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Graciela da Silva Oliveira, Universidade de São Paulo. Faculdade de Educação
docente do Instituto de Biociências da Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT) e doutoranda da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (FE-USP)
Publicado
2015-03-28
Como Citar
Oliveira, G. (2015). Darwin na Escola: Relato de Uma Experiência de Divulgação Científica. Revista De Cultura E Extensão USP, 12(supl.), 57-71. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9060.v12isupl.p57-71
Seção
Artigos