Editais de intercâmbio e difusão científica: uma aproximação entre arte, ciência e cotidiano

Autores

  • Patricia Moran Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes, São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9060.v13i0p31-39

Palavras-chave:

Difusão. Cultura. Arte. Intercâmbio.

Resumo

Analisaremos o programa de editais promovido pela Pró-Reitoria de Cultura e Extensão. Na primeira parte do artigo, discutimos as especificidades e pontos de aproximação entre as categorias dos editais, a partir de uma leitura panorâmica da estrutura e orientações conceituais do Programa. Seguimos apresentando projetos contemplados pelo edital de intercâmbio e difusão científica trazendo pontos de contatos entre os mesmos, já ensejados pelo próprio Programa. Finalmente propomos uma leitura do edital de intercâmbio e difusão científica a partir da generalização da presença da arte, ou de meios de criação e exposição artística, no cotidiano e na ciência. Da aproximação da arte e da ciência ao cotidiano, e entre procedimentos e representações produzidas pela arte e ciência levantam-se problemas tratados pela filosofia da estética como o fim da arte, entendido como o fim da especificidade manifesta entre produtos cotidianos e da arte. Andy Warhol, Jonh Cage, Marcel Duchamp, entre outros, são casos exemplares de mudanças no entendimento da arte pela filosofia da estética.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Patricia Moran, Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes, São Paulo

PATRÍCIA MORAN docente do Curso Superior do Audiovisual da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP) e diretora do CINUSP Paulo Emílio

Downloads

Publicado

2015-05-26

Como Citar

Moran, P. (2015). Editais de intercâmbio e difusão científica: uma aproximação entre arte, ciência e cotidiano. Revista De Cultura E Extensão USP, 13, 31-39. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9060.v13i0p31-39

Edição

Seção

Especial: Programa de Editais da PRCEU-USP