A ciclicidade da provisão para créditos de liquidação duvidosa sob três diferentes modelos contábeis: Reino Unido, Espanha e Brasil

Autores

  • Antônio Maria Henri Beyle de Araújo Universidade Católica de Brasília; Departamento de Ciências Contábeis
  • Paulo Roberto Barbosa Lustosa Universidade de Brasília; Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Gestão de Políticas Públicas; Departamento de Ciências Contábeis e Atuariais
  • Edilson Paulo Universidade Federal da Paraíba; Centro de Ciências Sociais Aplicadas; Departamento de Finanças e Contabilidade

DOI:

https://doi.org/10.1590/1808-057x201804490

Palavras-chave:

provisões, ciclicidade, ciclos econômicos, operações de crédito, bancos comerciais

Resumo

Uma polêmica envolvendo a provisão para créditos de liquidação duvidosa em bancos refere-se à sua relação com os ciclos econômicos. Enquanto os padrões contábeis internacionais para o reconhecimento da provisão (modelo de perda incorrida) seriam presumivelmente pró-cíclicos, acentuando os efeitos do ciclo econômico vigente, um modelo alternativo, o modelo de perda esperada, teria características anticíclicas, atuando como uma espécie de amortecedor dos desequilíbrios econômicos próprios das fases de expansão e de contração da economia. No Brasil, vigora um modelo contábil misto, cujo comportamento não se sabe ser pró-cíclico ou anticíclico. Identificar o comportamento desses modelos contábeis frente aos ciclos econômicos, por meio de um modelo econométrico composto por variáveis contábeis e macroeconômicas, foi o objetivo desta pesquisa. O estudo contempla uma discussão sobre o impacto do comportamento do risco de crédito, do gerenciamento de resultados, do gerenciamento de capital, do comportamento do Produto Interno Bruto (PIB) e do comportamento da taxa de desemprego sobre a provisão, em países que utilizam os distintos modelos contábeis. Foram utilizados dados de bancos comerciais do Reino Unido (perda incorrida), da Espanha (perda esperada) e do Brasil (modelo misto), no período de 2001 a 2012. Os resultados revelaram que os modelos contábeis dos três países, apesar de serem formados por regras de natureza bastante distinta no que diz respeito a um eventual efeito sobre os ciclos econômicos, apresentaram comportamento pró-cíclico, indicando que, quando o PIB está em ascensão, as provisões tendem a cair e vice-versa. Os resultados revelaram também outros elementos que podem estar influenciando o comportamento da provisão, como a prática de gerenciamento de resultados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2018-04-01

Como Citar

Araújo, A. M. H. B. de, Lustosa, P. R. B., & Paulo, E. (2018). A ciclicidade da provisão para créditos de liquidação duvidosa sob três diferentes modelos contábeis: Reino Unido, Espanha e Brasil. Revista Contabilidade & Finanças, 29(76), 97-113. https://doi.org/10.1590/1808-057x201804490

Edição

Seção

Artigos