Narcisismo do CEO e o tax avoidance corporativo

Autores

DOI:

https://doi.org/10.1590/1808-057x202009800

Palavras-chave:

narcisismo, tax avoidance, chief executive officer (CEO), reputação corporativa, transtorno de personalidade

Resumo

O narcisismo (NARC) em executivos seniores exerce um impacto perceptível nas decisões e estratégias corporativas e é frequentemente associado a comportamentos antiéticos e oportunistas, incluindo o tax avoidance (TA). Neste estudo, avaliamos, portanto, a associação entre o NARC do chief executive officer (CEO) e o TA em empresas brasileiras de capital aberto. Ao focar no Brasil, uma economia emergente regulamentada por legislação codificada, nossa investigação realiza uma importante contribuição à literatura contábil sobre o TA. A maioria dos estudos que examinam a relação entre o TA corporativo e os traços de personalidade do CEO foi realizada em países que adotam o common law. De acordo com a literatura, os comportamentos de TA são influenciados pelas especificidades do sistema tributário. Além disso, o nível de desenvolvimento econômico do país de origem deve ser levado em consideração na quantificação do TA corporativo. Essas observações e a ausência de investigações anteriores com foco no Brasil reforçam a relevância do estudo. Nosso estudo também oferece às autoridades tributárias, auditores e investidores ferramentas para a identificação de comportamentos narcisistas preditivos de TA corporativo, os quais podem exigir medidas de precaução por parte dos parceiros de negócios. A amostra foi composta por 68 empresas brasileiras de capital aberto (382 observações), abrangendo o período entre 2010 e 2017, e foi utilizado um modelo de regressão robusto com dados em painel. O TA e o NARC foram medidos com dados secundários, de acordo com a literatura. Nossos resultados mostram uma correlação positiva entre o NARC do CEO e o TA. Executivos com esse traço de personalidade parecem ousados ou agressivos, portanto mais propensos a adotar estratégias de TA, como confirmado no presente estudo. O estudo contribui para a literatura ao demonstrar como um transtorno de personalidade como o NARC afeta as políticas de tributos das empresas, com danos potenciais à reputação corporativa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2020-12-20 — Atualizado em 2020-11-16

Como Citar

Araújo, V. C., Góis, A. D., Luca, M. M. M. D., & Lima, G. A. S. F. de. (2020). Narcisismo do CEO e o tax avoidance corporativo. Revista Contabilidade & Finanças, 32(85), 80-94. https://doi.org/10.1590/1808-057x202009800

Edição

Seção

Artigos Originais