Uma avaliação do nível de evidenciação das companhias abertas, no Brasil, no tocante aos instrumentos financeiros

Autores

  • Jorge Vieira da Costa Junior

DOI:

https://doi.org/10.1590/S1519-70772003000200002

Palavras-chave:

instrumentos financeiros, derivativos, evidenciação de riscos de mercado, companhias abertas

Resumo

O propósito deste trabalho é o de levantar o quadro atual da política de evidenciação de instrumentos financeiros por parte das companhias abertas no Brasil, através de suas demonstrações contábeis (data base de 31.12.2000). Uma pesquisa junto a 215 companhias abertas foi levada a efeito visando a avaliar se a divulgação de fatores de risco de mercado e de sua gestão foi feita adequadamente (de forma qualitativa e quantitativa), se as estratégias dispensadas ao uso dos instrumentos financeiros foram adequadamente reveladas, se foram computados e revelados os valores justos dos instrumentos financeiros, enfim, se os ditames da Instrução CVM nº 235/95, de 23.03.95, foram observados rigorosamente pelas companhias abertas. O resultado da pesquisa indicou que as companhias abertas no Brasil, não prestam informações adequadas em suas demonstrações contábeis, no que concerne aos instrumentos financeiros.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2003-08-01

Como Citar

Costa Junior, J. V. da. (2003). Uma avaliação do nível de evidenciação das companhias abertas, no Brasil, no tocante aos instrumentos financeiros . Revista Contabilidade & Finanças, 14(32), 23-39. https://doi.org/10.1590/S1519-70772003000200002

Edição

Seção

naodefinida