[1]
V. R. dos S. Cardoso e M. C. Pinheiro, “Influência da recessão e das variáveis macroeconômicas sobre a estrutura de capital setorial”, Rev. Contab. Finanç., vol. 31, nº 84, p. 392-408, set. 2020.