A VISÃO DO CONTROLE EXTERNO NA EFICIÊNCIA DOS GASTOS PÚBLICOS COM EDUCAÇÃO FUNDAMENTAL

Autores

  • Klerton Andrade Freitas de Amorim Universidade Federal da Paraíba
  • Josedilton Alves Diniz Universidade Federal da Paraíba
  • Severino Cesário de Lima Universidade Federal do Rio Grande do Norte

DOI:

https://doi.org/10.11606/rco.v11i29.126312

Palavras-chave:

Pareceres de Julgamento de Contas, Eficiência, Tribunal de Contas.

Resumo

A presente pesquisa teve por objetivo analisar se a eficiência técnica na aplicação dos recursos públicos dos municípios paraibanos relaciona-se com os pareceres de julgamento de contas municipais emitidos pelo TCE-PB. Para tanto, definiu-se a hipótese de que existe relação positiva entre os pareceres de julgamento de contas dos municípios emitidos pelo TCE-PB e o nível de eficiência técnica na aplicação dos recursos públicos na educação fundamental. Para o desenvolvimento da pesquisa escolheu-se como caso concreto os 223 municípios integrantes do Estado da Paraíba com dados compreendendo o período de 2009 a 2011. Os scores de eficiência foram obtidos no portal web do TCE-PB. Para testar a hipótese utilizou-se a regressão logit. Com base nos achados empíricos, não se rejeita a hipótese de pesquisa, validando-se que, de alguma forma, o parecer do TCE-PB enxerga a dimensão da eficiência dos gastos públicos com educação fundamental nas apreciações das contas de gestão dos municípios.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Klerton Andrade Freitas de Amorim, Universidade Federal da Paraíba

É Graduado em Ciências Contábeis pela Universidade Federal da Paraíba (2016). Atualmente é pesquisador colaborador do Núcleo de Pesquisas em Educação Financeira e Imóveis (NUPEFI) e Trainee de investimentos na SIR Investimentos afiliado a XP Investimentos. Tem experiência na área de Administração, com ênfase em Ciências Contábeis em Finanças Públicas e no Mercado Financeiro e de Capitais.

Josedilton Alves Diniz, Universidade Federal da Paraíba

É Doutor em Ciencias pela Universidade de São Paulo - USP, mestre em Ciências Contábeis pela Universidade de Brasília (2004), especialista em Auditoria Contábil, Graduado em Ciências Contábeis Universidade Federal da Paraíba (2002) e possui graduação em Engenharia Civil pela Universidade Federal da Paraíba (1994). Atualmente é Professor da Universidade Federal da Paraíba e Auditor de Contas Publicas do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba. Tem experiência na área de contabilidade, atuando principalmente nos seguintes temas: Contabilidade Pública, Finanças públicas, Contabilidade em micro-empresa, Contabilometria, e Contabilidade Gerencial.

Severino Cesário de Lima, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Doutor em Ciências: área de concentração em Controladoria e Contabilidade pela Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo (2011). Mestre em Ciências Contábeis: área de concentração em Controladoria e Contabilidade pela Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo (2003). Especialista em Contabilidade Gerencial pela UFRN (1995). Especialista em Auditoria pela Universidade Federal do Rio de Janeiro/CRC-RN (1996). Bacharel em Ciências Contábeis pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (1992). Bacharel em Administração de Empresas pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (1998). Professor da UFRN desde 04/1994 nas disciplinas de Contabilidade e Orçamento Público, Auditoria Empresarial e Governamental e Métodos Quantitativos Aplicados à Contabilidade. Auditor Interno da UFRN nos períodos 1995-1999 e 2003-2007. Controller da Fundação Norteriograndense de Pesquisa e Cultura (FUNPEC) no período de 2000-2003. Atualmente é Assessor Especial da Reitora da UFRN. Coordenador do grupo de pesquisa em contabilidade e avaliação econômica-financeira de políticas públicas.

Publicado

2017-05-31

Como Citar

Amorim, K. A. F. de, Diniz, J. A., & Lima, S. C. de. (2017). A VISÃO DO CONTROLE EXTERNO NA EFICIÊNCIA DOS GASTOS PÚBLICOS COM EDUCAÇÃO FUNDAMENTAL. Revista De Contabilidade E Organizações, 11(29), 56-67. https://doi.org/10.11606/rco.v11i29.126312

Edição

Seção

Artigos