A Gestão Ordinária e suas práticas: o caso da Cafeteria Will Coffee

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1982-6486.rco.2018.141359

Palavras-chave:

Gestão ordinária. Cotidiano. Práticas. Cafeteria Will Coffee.

Resumo

O presente artigo tem por objetivo contribuir para o entendimento do conceito de gestão ordinária (Carrieri, Perdigão & Aguiar, 2014), por meio do estudo de uma pequena organização familiar, a Cafeteria Will Coffee. A gestão ordinária não é apresentada como um ‘modelo’ alternativo de gestão, tão pouco como um método formal de pesquisa, mas como uma crítica aos modelos e postulados gerenciais dominantes, que buscam simplificar a realidade complexa do ambiente sócio-organizacional. Ao tomar como caso de estudo uma cafeteria aberta em um bairro operário de Contagem (MG), cujas peculiaridades tornaram sua história pública, noticiada em diversos veículos da mídia jornalística e especializada, busca-se evidenciar e ressaltar aspectos rotineiramente silenciados, desprezados, ou apagados das complexas narrativas que não cabem nos modelos habituais, como a espontaneidade, o não planejamento e a improvisação. Conclui-se que a gestão ordinária colabora com a área de Estudos Organizacionais ao possibilitar a recuperação de outras experiências de gestão, dando voz aos ‘sujeitos’ comuns e se interessando por suas histórias, discursos, e práticas, recuperando o direito de eles serem vistos como gestores e produtores de conhecimento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2018-11-26

Como Citar

Carrieri, A. de P., Perdigão, D., Martins, P. G., & Aguiar, A. R. C. (2018). A Gestão Ordinária e suas práticas: o caso da Cafeteria Will Coffee. Revista De Contabilidade E Organizações, 12, e141359. https://doi.org/10.11606/issn.1982-6486.rco.2018.141359

Edição

Seção

Artigos