Os benefícios das privatização: evidência no setor elétrico brasileiro

Autores

  • Rogerio Márcio de Melo Reis FUCAPE
  • Arilton Carlos Campanharo Teixeira FUCAPE

DOI:

https://doi.org/10.11606/rco.v1i1.34697

Palavras-chave:

privatização, setor elétrico, desestatização

Resumo

Este artigo tem por objetivo verificar, empiricamente, o comportamento dos indicadores de qualidade da energia elétrica fornecida aos consumidores das empresas brasileiras de distribuição privatizadas, fruto do Programa Nacional de Desestatização (PND). Os indicadores de qualidade aqui estudados são: Duração Equivalente de Interrupção por Unidade Consumidora (DEC) e Freqüência Equivalente de Interrupção por Unidade Consumidora (FEC). Para tanto, é feita uma revisão bibliográfica da situação político-social no período pré-privatização, como forma de contextualização. Na metodologia, além de pesquisa bibliográfica, utilizou-se pesquisa documental e ex-post-facto. O estudo utilizou o Teste-t: duas amostras em par para médias como teste para as hipóteses de igualdade das médias. Na conclusão da análise, infere-se que as médias de DEC e FEC não são iguais e que aquelas anteriores à privatização são maiores do que as posteriores à privatização; o que indica uma melhora na qualidade do serviço de distribuição de energia elétrica aos consumidores pelas empresas privatizadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2007-12-01

Como Citar

Reis, R. M. de M., & Teixeira, A. C. C. (2007). Os benefícios das privatização: evidência no setor elétrico brasileiro. Revista De Contabilidade E Organizações, 1(1), 61-73. https://doi.org/10.11606/rco.v1i1.34697

Edição

Seção

Artigos