O VALOR DA PERPETUIDADE NA AVALIAÇÃO DE EMPRESAS NO BRASIL

Autores

  • Moisés Ferreira da Cunha Universidade Federal de Goiás. Faculdade de Administração, Ciências Contábeis
  • Renielly Nascimento Iara Universidade Federal de Goiás campus Catalão
  • Ilirio José Rech Universidade de Federal de Uberlândia

DOI:

https://doi.org/10.11606/rco.v8i20.55434

Palavras-chave:

Avaliação de Empresas, Valor Terminal, Oferta Pública de Ações.

Resumo

A maximização do valor de um negócio constitui-se como meta principal de gestão das empresas. O presente estudo analisa o impacto do valor terminal nos laudos de avaliação sobre o valor da empresa, tendo como objeto de estudo, as Ofertas Públicas de Aquisição de Ações dos anos de 2005 a 2009. A premissa considerada é de que o valor terminal tem maior participação no valor econômico da empresa do que o valor presente do período de projeção explícita, sendo o mesmo, correlacionado com o setor de atuação da empresa e com o período de tempo considerado para as projeções previsíveis. Os testes empíricos realizados com a utilização de estatística descritiva, medidas de tendência não-central e análise de conglomerados onde se esperava que o valor terminal tivesse maior participação percentual no valor econômico estimado para a empresa do que a o valor presente da projeção explícita, o mesmo não compõe a maior parte do valor da empresa avaliada, e ainda, para os setores de construção/transporte e utilidade pública não é possível afirmar uma homogeneidade na avaliação da perpetuidade de suas empresas, e para o período de projeção explícita de dez anos não há discrepâncias no valor terminal de uma empresa para outra.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Moisés Ferreira da Cunha, Universidade Federal de Goiás. Faculdade de Administração, Ciências Contábeis

Professor Adjunto do Curso de Ciências Contábeis da Faculdade de Administração, Ciências Contábeis da Universidade Federal de Goiás Doutor em Controladoria e Contabilidade pela Universidade de São Paulo

Renielly Nascimento Iara, Universidade Federal de Goiás campus Catalão

Mestrando em Controladoria e Contabilidade pela Faculdade de Administração, Economia e Ciências Contábeis da Universidade de São Paulo em Ribeirão Preto

Ilirio José Rech, Universidade de Federal de Uberlândia

Professor Adjunto do Curso de Ciências Contábeis da Universidade Federal de Uberlândia
Doutor em Controladoria e Contabilidade pela Universidade de São Paulo

Downloads

Publicado

2014-04-17

Como Citar

Cunha, M. F. da, Iara, R. N., & Rech, I. J. (2014). O VALOR DA PERPETUIDADE NA AVALIAÇÃO DE EMPRESAS NO BRASIL. Revista De Contabilidade E Organizações, 8(20), 17-31. https://doi.org/10.11606/rco.v8i20.55434

Edição

Seção

Artigos